Voluntários de Chapecó, maior cidade do Oeste de Santa Catarina, estão enviando erva-mate para as vítimas das chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul. A planta é usada para fazer o chimarrão, bebida que é muito presente na tradição gaúcha. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

O item é enviado para o RS em meio aos donativos essenciais, como alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal.

Como doar mantimentos e produtos ao RS

A voluntária Silvia Larionoff explicou ao g1 que os doadores têm colocados os chamados “kits de chimarrão” junto aos donativos.

Continua depois da publicidade

— Demostra aquele carinho com as pessoas do Rio Grande do Sul, esse sentimento familiar, da roda do chimarrão. Então é bonito a gente poder fazer os kits e encaminhar como uma forma de cuidado e carinho que vai além da alimentação — disse a voluntária.

Já são cerca de 500 toneladas de donativos arrecadados em Chapecó que foram levados ao RS por caminhoneiros voluntários, como o Ademir Barreto, que é gaúcho e fala da importância da solidariedade ao g1.

— Toda essa tragédia que está acontecendo com os irmãos gaúchos… A gente sente uma pontinha, de estar fazendo algo, algo, pouca coisa, mínima coisa, vamos dizer, pelo que eles estão passando. Mas a gente se sente muito feliz em poder colaborar nesse momento. Acho que quem tem coração, toca o coração, não tem como não sentir — conta.

Até a última terça-feira (14), eram 149 mortes devido aos temporais, além de mais de 600 mil pessoas fora de casa.

Continua depois da publicidade

Veja fotos da situação no RS:

*Sob supervisão de Luana Amorim

Leia mais

Cavalo Caramelo precisa recuperar 50 quilos que perdeu após passar dias ilhado no RS, diz hospital

Estudo sugere perda de “muitos postos de trabalho” no RS como efeito do caos das chuvas

Destaques do NSC Total