nsc
dc

Polícia

Lázaro criou perfil fake no Facebook para acompanhar notícias sobre si mesmo

A polícia monitorava o telefone, que foi levado por Lázaro no último dia 15, quando ele invadiu uma chácara e fez três pessoas reféns

26/06/2021 - 09h57 - Atualizada em: 26/06/2021 - 10h00

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
perfil fake Lázaro
O fato de Lázaro ter colocado na imagem de apresentação pessoal a foto de um helicóptero realizando as buscas chamou a atenção dos agentes que monitoravam o sinal
(Foto: )

Lázaro Barbosa, 32 anos, o "serial killer do DF", usou um aparelho celular roubado para criar um perfil fake no Facebook. A polícia monitorava o telefone, que foi levado pelo suspeito no último dia 15, quando ele invadiu uma chácara e fez três pessoas da mesma família reféns. As vítimas foram resgatadas por uma força-tarefa durante dramática ação que resultou em troca de tiros.

> Bolsonaro aparece cavalgando antes de motociata em SC; veja vídeo

> Dupla suspeita de ajudar Lázaro é presa com apoio de aplicativo criado em Joinville

Depois de conseguir escapar do cerco policial, o serial killer ficou até 18 de junho com o celular e, mesmo no meio da mata, criou um perfil com nome de Patrik Souza. Os investigadores acreditam que ele usou o mecanismo para acompanhar notícias do caso e ver reações na rede social.

O fato de Lázaro ter colocado na imagem de apresentação pessoal a foto de um helicóptero realizando as buscas, que completam 17 dias neste sábado (26), chamou a atenção dos agentes que monitoravam o sinal.

> Série Colônia mostra como gays, negros e pobres foram internados em manicômio

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Colunistas