nsc
santa

Polêmica

Londrina publica vídeo com grito de "macaco" durante jogo em Brusque

"Se escuta, de maneira clara e indubitável o xingamento de 'macaco', conforme relatado pelo meia", diz a publicação

31/08/2021 - 21h20 - Atualizada em: 31/08/2021 - 21h34

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
A palavra macaco é ouvida durante vídeo publicado pelo time paranaense
A palavra macaco é ouvida durante vídeo publicado pelo time paranaense
(Foto: )

Um vídeo publicado pelo Londrina nesta terça-feira (31) prova que a palavra "macaco" foi gritada durante o jogo contra o Brusque no último sábado (28), em Santa Catarina. 

Receba notícias por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

A postagem é uma resposta à polêmica criada pelo clube catarinense, que argumentou oportunismo do meia Celsinho ao denunciar o racismo durante a disputa. Depois da divulgação, o Brusque voltou atrás e pediu desculpas pela nota oficial

"Em resposta a nota oficial do Brusque Futebol Clube, a qual indica como oportunista a vítima Celso Luis Honorato, no ato por ele sofrido de racismo e ainda, em meio as inverdades proferidas sobre o caso, o Londrina Esporte Clube, vem a público expor o vídeo em que, no áudio ao fundo, se escuta, de maneira clara e indubitável, vindo da arquibancada, o xingamento de 'macaco', conforme relatado pelo meia", escreve o clube paranaense em publicação no Twitter. 

Brusque pede desculpas por nota sobre racismo e chama comunicado de "infeliz"

O ato de racismo foi relatado ao quarto árbitro no intervalo da partida da Série B do Campeonato Brasileiro no último sábado (28). A pessoa que gritou foi, inclusive, indicada pelo meia ao árbitro. 

Segundo o jogador, uma pessoa que estava no camarote do estádio Augusto Bauer teria o chamado de "macaco" no primeiro tempo da partida. Em entrevista ao SporTV, Celsinho desabafou sobre o caso.

- É lamentável, ainda mais se tratando de um ato desses mais uma vez. É inadmissível. Uma equipe de porte médio baixo, recém promovida a uma Série B de Campeonato Brasileiro, cometendo um ato desses. É inadmissível, mas as providências serão tomadas - afirmou.

Leia também

Brusque nega racismo contra Celsinho, cita "oportunismo" e acusa jogador de "perseguição"

Câmera flagra ataque racista que terminou em agressões em Lages; polícia investiga o caso

Policial militar sofre injúria racial na internet após atender ocorrência em Urubici, na Serra de SC

Racismo: a força negra em Santa Catarina no combate às desigualdades raciais

Colunistas