nsc
santa

Superação

Mãe escreve livro após morte trágica da filha de 2 anos em SC: “Dar um novo significado”

Angelita perdeu a filha de apenas 2 anos e 10 meses e transformou a dor em livro

06/02/2022 - 15h00 - Atualizada em: 06/02/2022 - 17h02

Compartilhe

Por Giulia Machado
Tuany faleceu em 2013, em Laurentino
Tuany faleceu em 2013, em Laurentino
(Foto: )

Ressignificar. O ato de atribuir um novo significado a algo ou alguém, de acordo com o dicionário. É isso que Angelita Grippa Renzi, de Laurentino, buscou ao escrever um livro sobre a morte da filha de 2 anos e 10 meses. A obra “Tuany, O Anjo que Voltou ao Pai” foi lançada oficialmente no último dia 23.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

Tuany morreu em 2013, ao se engasgar com um pedaço de maçã na creche que frequentava. À época, a repercussão do caso foi grande e foram promovidos cursos para orientar professores a lidar com esse tipo de situação.

Angelita explica que o livro conta a história da perda de uma filha, mas não é só para quem já passou por isso. A obra fala de perseverança e fé em todos os sentidos.

Processo de escrita

A mulher, que atua como professora, conta que logo depois da morte de Tuany começou a escrever para si mesma, como uma forma de desabafo, de externalizar os sentimentos. Ela guardou tudo o que produziu.

Desde então manteve o hábito de voltar aos papéis em alguns momentos, e quando percebeu tinha o esqueleto do livro em mãos, com o nome, que não mudou, e os títulos de capítulos prontos.

No começo de 2021, ela teve certeza que queria transformar a história em uma obra e começou o processo de escrita do conteúdo.

No livro, a história inicia no momento em que Angelita descobriu estar grávida. São sete capítulos, em que ela relata como era Tuany, o dia do falecimento da filha, como ela e o marido lidaram com a situação, o desespero e os questionamentos que surgiram e a superação do dia a dia.

— Esse livro não é só meu, tem algo a mais, algo especial que me ajudou e me iluminou para que eu escrevesse — afirma.

A professora buscou ressignificar a perda da pequena Tuany
A professora buscou ressignificar a perda da pequena Tuany
(Foto: )

Lançamento da obra

O lançamento do livro, no último dia 23, é descrito pela professora como um dia de "iluminação, energias positivas e paz muito grande". Ela conta que quem estava presente se emocionou e apoiou o projeto.

Como uma forma de dar um novo significado à fruta causadora do engasgo, foram entregues maçãs do amor para as primeiras 100 pessoas que adquiriram um exemplar. O evento ainda teve coquetel e apresentações musicais.

Angelita conta que havia mandado fazer uma tiragem de 500 livros, e já foram todos vendidos. Uma nova remessa deve chegar na próxima terça-feira (8).

O marido da professora, Silvano, e a filha Tayla participaram do lançamento do livro
O marido da professora, Silvano, e a filha Tayla participaram do lançamento do livro
(Foto: )

Angelita também é mãe de Tayla, que está com seis anos. Ela conta que enfrentou o medo que sentia e engravidou dois anos após a morte de Tuany.

Para os pais que estão passando por um momento de perda, Angelita aconselha a não desistir.

— Não percam a fé. Nada é por acaso, nós somos seres muito pequenos ainda para entender o porquê. Eu acredito que deve ter um motivo para ter acontecido de perdermos um filho, mas que hoje, na condição de ser humano, ainda não temos esse entendimento. Eu acredito e confio muito em Deus, para que ele nos dê força. Que esses pais levantem, tenham coragem, tentem colocar um sorriso no rosto, porque é muito difícil, a gente acha que não tem mais o direito nem de sorrir. Que não desistam, porque se estamos aqui ainda é porque a nossa missão não terminou — aconselha.

A professora conta que gostou do mundo da escrita, e que tem sentido vontade de continuar. É possível que mais obras sejam publicadas nos próximos capítulos dessa história de vida real.

— A vida me trouxe esse desafio e eu aceitei. No começo eu não me achava capaz, mas deu certo — comemora.

> NSC é a única de SC entre as empresas de comunicação mais premiadas do ano

Onde comprar "Tuany, O Anjo que Voltou ao Pai”

  • Pela internet, o livro está disponível no site do Mercado Livre através deste link.
  • Em Laurentino, o livro está à venda na Oficina de Motos e Quadriciclos Renzi, no Supermercado do Kiko, na Loja da Paty e Mix da Paty e na Loja Geração 3000.
  • Em Rio do Sul o livro é vendido na loja de produtos naturais Armazém do Grão, na LM Café e restaurante LTDA e na Sebo e Livraria Só Ler.
  • Em Rio do Oeste na loja de produtos naturais Moenda dos Grãos.

* Sob supervisão de Bianca Bertoli

Leia também

Bezerro desatento cai em poço e mobiliza resgate por 5 horas em Blumenau

Nova ciclofaixa de Blumenau exige atenção na volta às aulas

Blumob roda com prejuízo mesmo depois de receber aportes milionários da prefeitura de Blumenau

“Não estou satisfeito com o andamento das obras de SC”, diz Tarcísio Freitas

Colunistas