nsc
santa

Inacreditável

Mãe que perdeu marido e quatro filhos por Covid-19 em SC desabafa: “O que vai ser de mim?”

Em cerca de um mês, moradora de Ituporanga, no Alto Vale, enterrou o marido e quatro filhos por conta da doença

10/05/2021 - 11h10 - Atualizada em: 11/05/2021 - 08h07

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Cecília ainda não consegue acreditar que perdeu quatro dos seis filhos em um mês
Cecília perdeu quatro dos seis filhos em um mês
(Foto: )

Cecília de Almeida teve neste domingo (9) o Dia das Mães mais doloroso que alguém poderia imaginar. Aposentada, ela é mãe dos quatro irmãos que morreram de Covid-19 em um intervalo de cerca de um mês em Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí. O marido dela, pai das vítimas, também faleceu devido às complicações da doença. Outros dois filhos contraíram o coronavírus; um permanece na UTI. ATUALIZAÇÃO: morreu nesta terça-feira (11), o quinto filho de Cecília, que estava na UTI. 

Cecília e João Alci de Almeida, 70, tiveram seis filhos. A mais nova, Maria Rosimara de Almeida Hellmann, de 34 anos, foi a primeira a perder a batalha contra o vírus, em 2 de abril. O irmão dela, técnico em enfermagem, Antônio de Almeida, 50, morreu oito dias depois.

No dia seguinte, o pai deles foi hospitalizado e morreu depois de ficar uma semana na unidade de saúde. Dez dias se passaram e Cecília teve de enterrar a filha Zelirde Almeida, 45. João Ercio Almeida, 43, partiu na sequência. Os quatro não moravam na mesma casa, mas se encontravam com frequência.

À repórter Valeska Lippel, da NSC TV, Cecília contou que a evolução da doença foi semelhante para os sete: febre alta e tosse constantes. O que ela jamais esperava é que todos fossem precisar de internação. Uma das filhas, porém, deixou o hospital na semana passada e se recupera em casa.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

— Eu não gosto de pensar, parece que é mentira. Quando caio na real é um choque. O que vai ser de mim? Eu não sei — diz entre lágrimas.

Ao mesmo tempo em que vive o luto das perdas, ela também precisa encontrar forças para ter esperança pela cura. O fato de todos os filhos e o pai terem adoecido com gravidade intrigou e abalou a cidade de pouco mais de 25 mil habitantes, que decretou luto oficial por três dias.

— Perder uma família inteira. Onde acontece isso? É uma tragédia para a cidade, sem dúvida alguma — lamentou o prefeito Gervásio Maciel.

Mortes por Covid-19

Ituporanga registra mais de 50 óbitos por coronavírus. Em todo o Estado, apenas três cidades ainda não tiveram mortes por Covid-19, de acordo com o Painel do Coronavírus da NSC. Todas ficam no Oeste catarinense.

* Com informações de Valeska Lippel

Colunistas