nsc
an

Receita Federal

Mais de 400 quilos de cocaína são apreendidos no Porto de Itapoá

Droga estava em um contêiner que tinha como destino Valência, na Espanha

03/05/2021 - 11h19

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Cocaína estava em malas dentro de um contêiner
Cocaína estava em malas dentro de um contêiner
(Foto: )

A Receita Federal apreendeu 443 quilos de cocaína no Porto de Itapoá, no Norte de Santa Catarina, na manhã desta segunda-feira (3). A droga estava em malas localizadas dentro de um contêiner que transportava móveis de madeira que seriam exportados para o porto de Valência, na Espanha.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Segundo a Receita Federal, a principal suspeita é de que o método usado pelos traficantes foi o “rip on/rip off”. É quando a droga é inserida no contêiner após a chegada dele no porto, e o exportador não tem envolvimento com o crime.

A apreensão aconteceu durante operação de rotina, quando alguns contêineres foram selecionados para passarem pelo equipamento de raio-x do Porto de Itapoá. Pouco antes da apreensão de cocaína, um caminhão bateu no scanner, que sofreu manutenção emergencial para continuar operando.

> Irmão do prefeito de Joinville bate carro de luxo no Centro da cidade

Agora, tanto a apreensão de cocaína, quanto a colisão do caminhão no raio-x serão investigados de forma conjunta pelas autoridades policiais. De acordo com a Receita Federal, há possibilidade da colisão ter sido proposital para prejudicar a operação do órgão. 

A apreensão foi a segunda realizada pela Receita Federal no Porto de Itapoá em 2021. Além dos 443 quilos encontrados no contêiner com destino a Espanha, outros 45 quilos já haviam sido apreendidos anteriormente neste ano.

Leia também:

> Como Joinville prepara vacinação de pessoas com comorbidades contra Covid

> Festa com 60 pessoas é encerrada pela polícia em Corupá

Colunistas