nsc
an

Epidemia

Mulher de 33 anos é a terceira pessoa a morrer por dengue em Joinville

Confirmação da morte foi divulgada em intervalo de dez dias do primeiro registro de óbito na história da cidade

17/05/2021 - 15h37

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, em amostra para laboratório
Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, em amostra para laboratório
(Foto: )

Uma moradora da zona Sul de Joinville, de 33 anos, foi a terceira pessoa a morrer por dengue em Joinville. A confirmação foi divulgada por meio da Secretaria da Saúde nesta segunda-feira (17). 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

> Dengue mantém avanço em Joinville e já são mais de 4 mil casos em 2021

A mulher morreu no dia 13 de maio no Hospital Municipal São José de Joinville e não teve a identidade divulgada pelo município. Em função do agravamento do quadro, apresentou piora generalizada do quadro e não resistiu.

A orientação da Vigilância Ambiental é que os moradores façam frequentemente vistorias rápidas nos terrenos para eliminar possíveis focos do mosquito. Qualquer item que acumule água pode ser um criadouro para as larvas.

"Tudo que foi feito até hoje não surtiu resultado", diz secretário sobre combate à dengue em Joinville

Primeira morte confirmada há dez dias

No dia 7 de maio, o município divulgou a confirmação da primeira morte por dengue já registrada na história de Joinville. O homem de 49 anos morreu no fim de abril. Antes disso, as duas únicas mortes por dengue já ocorridas em Santa Catarina foram em 2016.

O segundo óbito foi confirmado três dias depois, em 10 de maio. A vítima foi um homem de 75 anos de idade que faleceu em 2 de maio.

Leia também:

> Joinville tem um caso de dengue por hora em 2021, em média

> Confira as dez dúvidas mais frequentes sobre a dengue

Colunistas