nsc
an

Susto

Mulher encontra duas cobras no banheiro enquanto tomava banho em Jaraguá do Sul

Apesar do susto, serpentes não eram venenosas e entraram pelo vão do telhado

05/11/2021 - 08h51 - Atualizada em: 05/11/2021 - 13h26

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
Serpentes entraram pelo vão do telhado do banheiro
Serpentes entraram pelo vão do telhado do banheiro
(Foto: )

Uma moradora de Jaraguá do Sul tomou um grande susto enquanto tomava banho na manhã da última quarta-feira (3). Acontece que, minutos após ligar o chuveiro, a mulher percebeu a presença de duas cobras no banheiro. O caso aconteceu por volta das 11h no bairro Jaraguá 84.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Gilberto Ademar Duwe, biólogo da Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente (Fujama), conta que a mulher ligou desesperada relatando a presença das serpentes no banheiro, que estavam entrando pelo vão do telhado.

- Ela disse que as cobras estavam quase caindo na cabeça dela - conta Duwe.

No local, os biólogos encontraram apenas uma cobra de 1,5 metros da espécie caninana, que pode ser agressiva caso esteja assustada, mas não trata-se de uma cobra peçonhenta. Duwe afirma que foram feitas buscas de mais de uma hora pela outra caninana, mas ele acredita que ela tenha ficado assustada por causa da reação da moradora e tenha deixado o local antes da chegada do resgate.

O biólogo reforça a importância de acionar órgãos responsáveis pelo resgate, principalmente quando não se tem a certeza de que a cobra não é venenosa.

- A caninana possui coloração preta com amarelo e na nossa região a jararacuçu também é bem comum, que possui a mesma cor e isso pode acabar confundindo o morador. Por isso, o ideal é contatar equipes responsáveis - orienta.

Christian Raboch e Gilberto Duwe participaram do resgate à caninana
Christian Raboch e Gilberto Duwe participaram do resgate à caninana
(Foto: )

Caninana pode morder

Apesar de não conter peçonha, a caninana pode morder caso se sinta ameaçada. A recomendação, neste caso, é de que a pessoa que foi mordida lave o local com água corrente e sabão.

- Porque ela é um animal rastejante, que se alimenta de outros animais. Então pode ter inúmeras bactérias na boca que podem causar uma infecção - explica Christian Raboch, biólogo do órgão municipal que também participou do resgate.

Assista ao vídeo do resgate

Média de uma cobra por dia

Mais de 250 cobras já foram capturadas neste ano em Jaraguá do Sul, segundo estimativa da Fujama. É uma média de quase uma serpente por dia encontrada na área urbana da cidade do Norte de SC.

Segundo o biólogo Christian Raboch, este é o ano com mais capturas de serpentes no município desde 2007, quando começou o trabalho da Fujama. O número tem crescido e estaria relacionado com o maior conhecimento dos moradores sobre o serviço oferecido pela fundação.

Apesar do alto número, o biólogo conta que a maioria das cobras capturadas na cidade não são peçonhentas. Segundo Raboch, em cada dez serpentes, duas são venenosas e levam perigo aos moradores.

Entre as capturadas, a cobra não peçonhenta mais comum é a conhecida como dormideira, uma espécie que não tem veneno e se alimenta de lesmas e caracóis. Também costumam aparecer cobras cipós e caninanas.

Já entre as venenosas são mais comuns as jararacas e, com menos frequência, a coral e jararacuçu. De acordo com o biólogo da Fujama, a mais perigosa entre elas é a jararaca, cuja espécie é responsável por 90% dos acidentes com serpentes no Brasil.

O que fazer ao encontrar uma cobra?

​- Entre em contato com os Bombeiros (193) ou com a Polícia Ambiental da sua cidade (190);

- Em caso de acidente com serpente, entre em contato com o Samu (192), os Bombeiros (193) ou se dirija ao hospital público mais próximo;

- Em caso de dúvidas ou orientações sobre procedimentos de primeiros socorros, ligue para o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC), pelo telefone: 0800 643 5252.

- O telefone da Fujama, em Jaraguá do Sul, é (47) 3273-8008, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17 horas.

Leia também

Morador encontra cobra de 1,5 metro em quarto de ferramentas em Jaraguá do Sul; veja o resgate

Lagarto é resgatado dentro do motor de carro da Prefeitura de Jaraguá do Sul

Colunistas