nsc
    dc

    Violência

    Mulher que pulou de carro para escapar de assédio em SC vai depor à polícia

    Depoimento da vítima deve esclarecer as circunstâncias que a levaram a saltar do veículo

    09/11/2020 - 15h41 - Atualizada em: 10/11/2020 - 10h34

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Mulher pulou do veículo em uma rua movimentada no Centro de Videira
    Mulher pulou do veículo em uma rua movimentada no Centro de Videira
    (Foto: )

    A mulher que pulou de um carro em movimento para fugir do assédio de um motorista em Videira, no Oeste de Santa Catarina, vai depor à polícia nesta terça-feira (10). O relato da vítima deve esclarecer as circunstâncias que a levaram a saltar do veículo em uma rua movimentada no Centro da cidade. O caso é tratado como assédio, mas o enquadramento legal ainda pode mudar após depoimento da vítima. 

    Receba notícias da sua cidade por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do DC

    > Jovem de 21 anos é assassinada no Oeste de SC

    A investigação é conduzida pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Videira. O delegado responsável pelo caso, Denis Alves, busca entender qual é a relação da mulher com o motorista e o que aconteceu momentos antes de a vítima pular do carro:

    - Nós temos o vídeo dela pulando, mas ainda não sabemos o que aconteceu, nem qual era relação dela com o motorista. Se era conhecida, amiga, esposa, se não conhecia, se discutiram. Não temos muitas informações e só saberemos depois que ela for ouvida.

    O caso ocorreu na última quarta-feira (4) e foi flagrado por câmeras de monitoramento de um estabelecimento comercial. Aos pedestres que presenciaram a cena, a mulher teria relatado que sofreu assédio do motorista, motivo por que se jogou do carro em movimento. O veículo em que ela estava era um Focus, com placas de Iomerê, que não parou em momento algum.

    > Motorista é arremessada para fora do carro e morre em acidente em Içara

    > Farmácias podem receber denúncias de violência contra a mulher em SC

    A Polícia Militar chegou a ser acionada na ocasião, segundo divulgou a Rádio Videira. A ocorrência foi registrada na quinta-feira (5) na Polícia Civil, conforme o delegado regional de Videira, Ighor Siqueira de Araújo. Nesta data foi determinada a abertura de inquérito policial.

    Veja o vídeo

    Leia também:

    Caso Mariana Ferrer: mulheres pedem Justiça em manifestações por SC

    Mulher é esfaqueada a mando do marido, que acaba linchado em Navegantes

    Colunistas