nsc
    hora_de_sc

    Arte urbana

    Mural "Natureza do Desterro" será inaugurado em Florianópolis na próxima quinta (30)

    Programação de lançamento terá tour virtual e conversa ao vivo com artistas e idealizadores

    23/07/2020 - 14h48

    Compartilhe

    Marina
    Por Marina Martini Lopes
    O mural começou a ser pintado no dia 17 de junho
    O mural começou a ser pintado no dia 17 de junho
    (Foto: )

    O novo mural de grandes dimensões no Centro de Florianópolis será inaugurado na próxima quinta-feira, dia 30 de julho. Assinado pelo artista Rodrigo Rizo, o painel Natureza do Desterro tem 10 metros de largura por 33,5 metros de altura é uma homenagem à fauna e à flora de Florianópolis. Está localizado no alto da Rua Felipe Schmidt, nº 554, no paredão lateral do Hotel Zip. A obra é uma iniciativa do Street Art Tour, movimento de valorização e fomento da arte urbana na Capital.

    Para o lançamento, estão programadas duas lives para contar mais sobre o trabalho. A primeiraacontece já neste no domingo (26), às 16h. Será uma transmissão ao vivo pelo perfil no Instagram (@streetarttourfloripa) de cima do jaú, plataforma utilizada para a execução da pintura. De lá, Rodrigo Rizzo e o jornalista Rodrigo Stüpp irão percorrer o paredão de mais de 30 metros de altura para uma conversa e tour sobre detalhes da pintura. No dia 30, data oficial da inauguração, uma conversa também pelo perfil do Street Art Tour no Instagram vai reunir os idealizadores do movimento.

    O mural começou a ser pintado no dia 17 de junho. Antecedeu o trabalho na plataforma uma pesquisa minuciosa da natureza da cidade, além de estudo de desenhos para chegar ao projeto atual. Depois de 40 dias de pintura, Rizo agora está na execução da parte final e mais complexa, o rosto que representa a personificação da Natureza do Desterro.

    - É a parte mais complexa por ser o único elemento realista que ocupa ao mesmo tempo os dois "lados" do mural, que é dividido pela sequência de janelas do prédio. Isso complica por conta do acesso que é feito por duas plataformas independentes e que impossibilita trabalhar simultaneamente toda a área do rosto - explica o artista. Rizo conta com o apoio de dois artistas como assistentes: Tuane Ferreira e Rodrigo "Pasmo".

    O painel é uma homenagem à fauna e à flora de Florianópolis
    O painel é uma homenagem à fauna e à flora de Florianópolis
    (Foto: )

    A figura feminina que aparece em meio às plantas e animais é uma personificação da Natureza do Desterro, um espírito ancestral responsável pela manutenção do equilíbrio da natureza por meio da criação/destruição. Os traços do olhar foram extraídos de um retrato da artista Tuane Ferreira, companheira de Rizo. A coloração da personagem remete à terra e aos povos originários. Os grafismos do rosto remetem às inscrições rupestres, também como forma de homenagem à ancestralidade dos povos nativos de Florianópolis. As imagens escolhidas para compor o mural são fotos de exemplares de espécies avistadas na região.

    - Foi uma longa pesquisa até encontrar imagens que tivessem uma posição, uma fotografia interessante e que dialogasse com toda a composição. O encaixe é fundamental para ter harmonia - conta o artista. - Um aspecto que dificultou bastante foi a questão da divisão das janelas do prédio. Aparentemente seria uma grande intervenção, mas estou satisfeito com a forma que encontrei para resolver a presença delas de forma que não interfiram no aspecto geral da obra.

    Para Rizo, autor do mural Cisne Negro e conhecido pelos camaleões espalhados pelas ruas de Florianópolis, o novo painel foi seu maior desafio até então. O layout é bastante complexo, cheio de cores, elementos diferentes e realistas que requerem um trabalho rebuscado em cada figura.

    - Mesmo com tantas dificuldades, a gente encontra uma satisfação enorme quando desce e olha para o que está sendo feito - ele comemora. - É emocionante demais ver que algo que você criou e se dedicou tanto para realizar está de fato ganhando vida. É muito trabalho e amor envolvido por parte de tantas pessoas. Ao mesmo tempo tudo depende de quem está lá com o dedo apertando o spray, tem muita responsabilidade envolvida.

    No dia do lançamento, os idealizadores do Street Art Tour - Rodrigo Rizo, Marina Tavares e Arturo Valle Junior - participam de uma conversa ao vivo pelas redes sociais para falar sobre a obra, a arte urbana na Capital, a agenda do movimento para 2020 e outras novidades. Será uma oportunidade de trocar ideias e fazer perguntas ao artista e produtores.

    Colunistas