nsc
dc

Pandemia

Mutação Gama Plus do coronavírus foi identificada em amostra de SC, dizem pesquisadores

Estudo analisou 1.380 sequenciamentos de todas as regiões do Brasil, coletados entre maio e junho

13/08/2021 - 10h32 - Atualizada em: 13/08/2021 - 14h23

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Mutação foi identificada em amostras de seis estados, entre eles, Santa Catarina
Mutação foi identificada em amostras de seis estados, entre eles, Santa Catarina
(Foto: )

Uma mutação da variante Gama do coronavírus, que é a mais predominante no Brasil, foi identificada em amostras de seis estados, entre eles, Santa Catarina. A nova cepa, chamada de Gama Plus, foi encontrada em uma pesquisa do projeto científico Genov, da rede de saúde integrada Dasa. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O estudo analisou 1.380 amostras de todas as regiões do Brasil, coletadas entre maio e junho deste ano. A grande maioria (95%) era da linhagem Gama. No entanto, 11 dos sequenciamentos amostrais de maio apresentaram a mutação P681H. A cepa foi encontrada em Goiás (5), Tocantins (2), Santa Catarina (1), Paraná (1), Mato Grosso (1) e Ceará (1). 

Também foi encontrado um caso coletado em maio de variante Gama no Rio de Janeiro, com a mutação P681R, típica da variante Delta do coronavírus. 

— Ainda que sejam números referentes aos meses de maio e junho, são de grande importância epidemiológica pois nos ajudam a entender o comportamento e a evolução das variantes no Brasil. São achados que reforçam nossa percepção de que não devemos minimizar o risco que as variantes importadas para o nosso país, como a Delta — disse à revista Veja José Eduardo Levi, coordenador do Genov e virologista da Dasa.

*Com informações de GZH

Terceira dose da vacina contra Covid será necessária?

Leia também:

Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

Efeitos colaterais da Pfizer; veja os sintomas mais relatados

Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Colunistas