nsc
dc

Repercussão

"Nazista nojento": descrição de Alvim na Wikipedia sofre alteração

Texto foi alterado após divulgação de vídeo em que Secretário Nacional de Cultura parafraseia ministro da propaganda de Hitler

17/01/2020 - 11h24 - Atualizada em: 17/01/2020 - 13h24

Compartilhe

Por Carolina Marasco
Na descrição, Alvim é citado como “nazista nojento”.
Na descrição, Alvim é citado como “nazista nojento”.
(Foto: )

A descrição do Secretário Nacional de Cultura, Roberto Alvim, no site Wikipedia foi alterada após a divulgação do vídeo em que o integrante do governo Bolsonaro cita o discurso do ministro da propaganda de Hitler, Joseph Goebbels. Na descrição, Alvim é citado como “nazista nojento”.

O texto ficou poucos minutos no ar e logo foi atualizado pelo site. Outros casos na mudança de verbetes do Wikipedia já foram registrados em casos controversos. Jornalistas, como a repórter Míriam Leitão, e políticos foram alvo de invasões nos perfis.

Entenda o caso

O vídeo que gerou polêmica foi publicado na quinta-feira (16) para divulgar o Prêmio Nacional de Artes. Nas imagens, Alvim repete frases de um discurso de Goebbels em que ele descrevia a “arte” apropriada na época da Alemanha nazista.

— A arte alemã da próxima década será heroica, será ferreamente romântica, será objetiva e livre de sentimentalismo, será nacional com grande páthos e igualmente imperativa e vinculante, ou então não será nada — disse o ministro de cultura e comunicação de Hitler em um pronunciamento para diretores de teatro, segundo o livro "Goebbels: a Biography", de Peter Longerich.

— A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada — afirmou Alvim no vídeo postado nas redes sociais.

Além do texto, outros símbolos fizeram parte da gravação. Um deles é a música de fundo: a ópera “Lohengrin”. A música de Richard Weber foi citada por Hitler como “decisiva em sua vida.”

Leia também:

Políticos e artistas criticam Roberto Alvim após citar ministro nazista

Upiara Boschi: Roberto Alvim, Bolsonaros e a estética autoritária

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Política

Colunistas