nsc
hora_de_sc

TV

"No Limite": relembre provas que marcaram o programa

A nova edição do reality ganhou um teaser inédito nesta quarta-feira (14)

15/04/2021 - 13h28 - Atualizada em: 15/04/2021 - 13h30

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
No Limite, olho de cabra
Em uma das provas mais famosas da história do "No Limite", os participantes precisaram comer olhos de cabra
(Foto: )

As primeiras edições do reality show de sobrevivência No Limite marcaram a TV brasileira por suas provas tensas, difíceis e, muitas vezes, nojentas - locais inóspitos, alimentos inusitados e até mesmo fogo foram usados em algumas das tarefas do programa. Com a divulgação de um novo teaser da edição 2021 do No Limite (veja aqui), relembre algumas das provas que marcaram as primeiras edições da atração.

Provas que marcaram o No Limite

Prova do fogo: A primeira edição do reality, apresentada por Zeca Camargo, já começou com provas inusitadas. Na primeira prova, cada uma das duas equipes precisava segurar a tampa de um caldeirão de fogo, que chegava a pesar 150 quilos. Enquanto a equipe segurava a tampa, um participante acendia 10 tochas. Para se tornar a equipe campeã, o grupo deveria acender 60 tochas primeiro.

Olho de cabra: Em cada ciclo, os competidores participavam de provas de imunidade e de conquista de mantimentos, a última chamada Prova de Recompensa. Durante uma Prova de Imunidade, na primeira edição, as duas equipes foram desafiadas a comer olho de cabra (foto principal). Vencia o grupo que conseguisse comer todos os olhos até o final, sem que nenhum integrante desistisse, cuspisse ou vomitasse.

> Festa do líder Caio pode ter sido a última do BBB 21

> Thaís fala sobre Fiuk na Ana Maria Braga: "Eu queria ele"

Cérebro de bode: Ainda na primeira temporada, os competidores receberam o desafio de comer cérebro de bode, servido no próprio crânio do animal. Apesar dos participantes e telespectadores sentirem nojo, Elaine, a cabeleleira que foi campeã da edição, não reclamou do prato.

Ovo cru x ovo cozido: Na segunda temporada do reality, os participantes deveriam escolher entre um ovo cru e outro cozido. Apesar de parecer simples de primeira, a escolha entre os ovos acontecia após subir uma escada de cipó colocada em um tronco no meio de uma lagoa. Para chegar até o local, era necessário ainda utilizar uma canoa que balançava e virava fácil. A equipe vencedora deveria trazer o maior número de ovos cozidos.

Kit fogo: A terceira temporada de No Limite trouxe outro desafio envolvendo fogo. Os participantes deveriam carregar uma pesada pira de fogo até um ponto na praia e então acender as tochas dispostas na areia. A prova valia um kit fogo.

> "A Vida Depois do Tombo": documentário de Karol Conká estreia em abril

> Carla Diaz coloca ponto final em relação com Arthur

Bolo de chocolate x estômago de boi: Ainda na terceira temporada, os competidores se depararam com uma mesa com diversos alimentos. Um representante de cada equipe rodava a mesa, e a comida que parasse na sua frente deveria ser ingerida, sem que eles cuspissem ou vomitassem. Alguns dos competidores comeram bolo de chocolate e brigadeiro, dando sorte. Porém, a maioria das comidas não eram guloseimas, e muitos competidores tiveram que comer pratos como cérebro e estômago cru de boi.

Prova de imunidade: A edição de 2009 do reality fez com que os participantes se dividissem em três grupos, de início. Cada uma das equipes precisava correr até um lago e buscar tábuas que estavam em suas boias. Depois, precisavam montar a própria escada. Então uma dupla iria conduzir um pino até o final de um labirinto que levava à vitória. A equipe vencedora ganhava a imunidade.

Colunistas