Caxias do Sul viveu uma noite de terror na quarta-feira (19). Vítimas foram feitas reféns e um policial foi morto com tiro de fuzil durante um assalto a carro-forte no Aeroporto Hugo Cantergiani. Conforme o coronel Cláudio Feoli, comandante-geral da Brigada Militar, em entrevista a GZH, o 2º sargento Fabiano Oliveira foi atingido no tórax e o tiro atravessou o colete balístico. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O comandante da BM informou que os confrontos começaram após a identificação da ocorrência. Segundo ele, os envolvidos estariam em fuga do terminal aeroportuário quando a viatura na qual estava o sargento chegou e começaram os disparos.

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf, e familiares e artistas lamentam

Após a tentativa de fuga frustrada, segundo relatou o comandante a GZH, o grupo armado se refugiou junto às pessoas que estavam no local e fizeram trabalhadores do transporte de valores como reféns. Com a chegada de uma equipe de choque da polícia, iniciou-se um segundo confronto em que um dos criminosos foi baleado e morto.

Continua depois da publicidade

Com a chegada dos reforços, os assaltantes fugiram para uma área de vegetação nas imediações do aeroporto de Caxias do Sul e liberaram os reféns. Segundo o jornal gaúcho, pelo menos um trabalhador que fazia a segurança do carro-forte ficou ferido.

Por nota, a Brigada Militar informou que mais reforços foram acionados para fazer o cerco aos fugitivos. Até a última atualização, a ocorrência ainda estava em andamento e ninguém havia sido preso.

Pelo X, antigo Twitter, o governador Eduardo Leite (PSDB) lamentou a morte do sargento, prestou solidariedade aos familiares e destacou “empenho máximo das forças de segurança do Estado para capturar e buscar a responsabilização de TODOS os criminosos envolvidos nesse ato covarde”.

Leia também

Quem são os prefeitos de SC presos em operação que investiga desvio de recursos e fraude

Lancha, barco e meio milhão de reais são apreendidos em operação que mira prefeitura de SC

Número de homicídios em Santa Catarina diminui 18,3% em 10 anos

Destaques do NSC Total