Milhares de mensagens, ligações, perseguição e até agressão se tornaram a rotina da família de um médico de Ituiutaba, em Minas Gerais, desde 2019. Depois de 42 boletins de ocorrência, a jovem Kawara Welch, de 23 anos, foi presa no início de maio pelo crime de stalking. As informações são de O Globo.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A vítima alega que foram mais de 1.300 mensagens e mais de 500 ligações para ele e sua família, além de encomendas e perseguição, sendo que em um dos episódios a esposa da vítima chegou a ser agredida.

Ela teria utilizado mais de dois mil números de celulares diferentes para enviar as mensagens, fato em investigação pela Polícia Civil. A suspeita é que a stalker tenha utilizado chips disponibilizados para alunos da rede municipal ou então contado com a ajuda de um hacker. A própria avó de Kawara participou das ações.

A defesa da mulher alega que ela e o médico viviam um relacionamento, fato negado pela vítima. O delegado responsável pelo caso, Rafael de Freitas Faria, aponta uma obsessão criada por Kawara e a necessidade de se autoafirmar através de um relacionamento, o que teria levado ao crime de stalking.

Continua depois da publicidade

— Ela tinha ilusões de que esse relacionamento realmente existia entre eles, isso fazia com que ela frequentasse os mesmos ambientes que a vítima, como locais de trabalho, residência, hospitais e clínicas. Ela o perseguia de forma reiterada. Não há nenhum indício da existência de um relacionamento entre eles, ou que o médico prometesse algo a ela, ou que ficasse dando indiretas — explica.

Entre os episódios de perseguição, está o envio de uma pizza para a casa do médico, em fevereiro de 2022, com ingredientes que formavam “Meu gigante, te amo”. Já em janeiro de 2023, Kawara e a avó tentaram tirar a esposa do médico a força, com empurrões e chutes, enquanto ela estacionava o carro.

A mulher fugiu das agressões se trancando no veículo, porém teve escoriações em tórax e membros superiores e inferiores, de acordo com o processo. Como a stalker levou a chave e o celular da esposa do médico, entregando os itens para a avó, ela foi notificada pelo crime de roubo e teve a prisão preventiva decretada.

— Foi uma agressão. Ela subtrai o celular da vítima, quando ela faz isso, mediante violência ou grave ameaça, isso codifica o crime de roubo. A avó ajudou, mas nas demais situações de perseguição nada foi comprovado — detalhou o delegado.

Continua depois da publicidade

A stalker estava foragida desde março do ano passado e foi presa no dia 8 de maio, em uma universidade de Uberlândia.

Stalker não teve relacionamento com médico

O delegado afirma ainda que as investigações não comprovaram um relacionamento amoroso entre os dois. Ele destaca que o médico sempre denunciava e registrava os episódios, e que a jovem fazia montagens de conversas entre os dois. Ainda que eles tivessem um relacionamento, o crime não seria justificado.

— Uma vez que o crime de perseguição ameaça a integridade física e psíquica, psicológica da vítima. O crime diminui a capacidade de locomoção, restringe a liberdade, restringe a privacidade. Embora seja um crime considerado de menor potencial ofensivo pela quantidade de pena máxima que o legislador optou, é um crime que causa efeitos catastróficos na vida da vítima. Nada justificaria, ainda que eles tivessem um relacionamento — ressalta Faria.

O médico contou em entrevista ao Fantástico que conheceu Kawara em 2018, quando ele a atendeu com um quadro de depressão. No ano seguinte as perseguições começaram quando a stalker se dizia apaixonada por ele.

Continua depois da publicidade

Ela deixou de fazer parte da lista de pacientes do profissional, e com isso passou a fazer ameaças e ligar para familiares, inclusive para o filho de 8 anos de idade dele. Kawana também enviava fotos em tom de despedida, com lençóis e cordas amarradas no pescoço.

Leia também

Quem é a mulher que foi presa por perseguir médico e enviar mais de 1 mil mensagens em um dia

A curiosa história por trás de “Bebê Rena”, série surpreendente da Netflix 

Destaques do NSC Total