nsc
    hora_de_sc

    Retomada

    Ônibus voltam a circular em Florianópolis no dia 17 de junho, anuncia prefeitura

    Transporte coletivo vai funcionar em fase de testes, apenas de segunda a sexta-feira

    02/06/2020 - 08h42 - Atualizada em: 02/06/2020 - 12h26

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Ônibus em Florianópolis
    Transporte em Florianópolis será retomado no dia 17 de junho
    (Foto: )

    Os ônibus vão voltar a circular em Florianópolis no dia 17 de junho. O anúncio da retomada do transporte coletivo foi feito pela prefeitura da Capital na manhã desta terça-feira (2). A volta terá uma série de regras, como a ocupação máxima de 40% de cada ônibus. As novas normas também vão valer para os ônibus de cidades da Grande Florianópolis como São José, Palhoça e Biguaçu que desembarcam ou embarcam na Capital.

    O transporte público municipal, intermunicipal e interestadual está suspenso em Santa Catarina desde o dia 18 março, como medida para conter o novo coronavírus.

    Em Florianópolis, a operação retornará em fase de testes. Segundo a prefeitura, este perído vai durar de duas a três semanas, para avaliar o impacto sobre o contágio do coronavírus na cidade. No momento, a Capital tem 687 casos confirmados de Covid-19 e sete óbitos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). A cidade está há 29 dias sem ter mortes confirmadas pela doença.

    Nesta primeira fase, os ônibus vão circular apenas de segunda a sexta-feira e não poderão exceder a ocupação de 40% por veículo. Sobre as linhas intermunicipais na Grande Florianópolis, as prefeituras ainda não se posicionaram sobre a retomada da circulação dos ônibus. Os prefeitos da região devem se reunir nesta terça para definir como será o retorno.

    Ao anunciar a data para a retomada do transporte em Florianópolis, o prefeito Gean Loureiro (DEM) afirmou que a medida está sendo tomada com "cautela" e "cuidado", e afirmou que o resultado da fase de testes vai apontar sobre a possibilidade de novas flexibilizações no setor.

    — Com o controle do contágio em Florianópolis, a nossa prioridade agora é o transporte coletivo. Por isso vamos dar esse primeiro passo, com muita cautela e cuidado. E somente depois de duas a três semanas, quando conseguirmos avaliar o comportamento dessa nova flexibilização é que vamos analisar outras flexibilizações como o transporte no final de semana ou outras atividades. Nada de atropelo ou improvisação — declarou o prefeito Gean Loureiro.

    A possibilidade de as prefeituras decidirem sobre o retorno do transporte é parte do plano de regionalização das ações de combate à Covid-19, anunciado nesta segunda pelo governador Carlos Moisés (PSL). De acordo com o novo plano, os prefeitos já poderão decidir sobre a volta dos ônibus municipais e intermunicipais a partir da próxima segunda (8).

    Porém, a Prefeitura de Florianópolis informou que optou por um prazo mais alongado porque o consórcio vai precisar se adequar às novas regras de utilização definidas pela equipe de saúde da cidade. Durante os próximos dias, os trabalhadores do transporte coletivo passarão por treinamento e avaliação de saúde com testes. Eles terão medição de temperatura diária, informou a prefeitura.

    Florianópolis

    Prefeito Gean Loureiro fala sobre volta dos ônibus

    O que muda na volta do transporte da Capital

    Além da circulação apenas de segunda a sexta e da limitação de 40% da capacidade dos ônibus, o uso de máscara será obrigatório dentro do ônibus, nos terminais e nos pontos de parada. Lanchonetes e alimentação nessas dependências não serão permitidas.

    Também não será aceito o uso de cartão estudante pelos ônibus. Conforme a prefeitura, essa medida ocorre porque as aulas permanecem suspensas. A intenção, de acordo com a administração municipal, é diminuir expressivamente a demanda pelo transporte coletivo. A ideia é que o serviço seja utilizado apenas por quem realmente precisa para o trabalho ou emergências.

    Como todos os veículos possuem câmeras, a prefeitura comunicou que a fiscalização será rigorosa na exigência da máscara e da ocupação adequada dos ônibus.

    A prefeitura também informou que os ônibus estarão equipados com dispenser de álcool gel e não aceitarão pagamento em dinheiro dentro do veículo. O consórcio venderá cartões pré-pagos nos terminais e por telefone, com envio por delivery. Os veículos também passarão por sistema especial de higienização ao longo do dia.

    Outra medida anunciada para a retomada do transporte foi a implantação de um sistema de QR-CODE, que será oferecido em cada ônibus para um check in voluntário. De acordo com a prefeitura, isso ajudará o município a avisar e monitorar todos os que estiveram no mesmo veículo em caso de haver uma pessoa contaminada pelo coronavírus em determinada linha, por exemplo.

    Além das medidas no próprio sistema de transporte, també haverá mudanças nos horários de entrada e saída do setor produtivo. Em conjunto com as entidades, a prefeitura elaborou uma escala de horários com diferentes turnos para cada segmento do setor. A intenção é evitar horários de pico no sistema de transporte.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas