Cinco catarinenses integram a lista dos jovens mais influentes do país. A revista Forbes divulgou no final de dezembro a tradicional lista “Under 30”, que reúne os principais nomes dos brasileiros com menos de 30 anos que são destaques em áreas como negócios, ciência, arte, tecnologia e empreendedorismo.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Ao todo, 93 nomes foram escolhidos em 15 categorias: Agro; Artes Dramáticas (que engloba cinema, dança, teatro e TV); Artes Plásticas, Fotografia e Moda; Business e Indústria; Ciência e Educação; Design (arquitetura, urbanismo e decoração); Empreendedorismo Social e Terceiro Setor; Esportes (que contou com nove participantes); Finanças; Gastronomia; Influenciadores e Gamers; Marketing e Publicidade; Música e Literatura; Tecnologia e Inovação; Varejo e E-Commerce.

Quem são os 35 bilionários de SC no mais novo ranking da Forbes

A escolha é feita pela equipe da Forbes, que analisa os nomes dos candidatos que se inscrevem ao longo do ano. Entre os catarinenses estão representantes de áreas como empreendedorismo social, design e artes.

Continua depois da publicidade

O NSC Total separou os cinco nomes do Estado que integram o ranking. Confira:

Bella Fernandes, 29 anos – Categoria Artes Dramáticas

Catarinense, Bella Fernandes é dançarina, coreógrafa e arte-educadora. A jovem, inclusive, já assinou trabalhos com Luísa Sonza, Pabllo Vittar, Anitta, Ludmilla, Zé Felipe e Claudia Leite. Atualmente, ela é diretora de movimento, coreógrafa e dançarina do DJ Pedro Sampaio.

— Se não fosse o projeto social da escola pública em que eu estudava, talvez nunca tivesse tido contato com a dança — contou em entrevista para a Forbes.

Com o sonho de uma carreira internacional, a artista também fez parte da cerimônia de abertura das Olímpiadas de 2016, no Rio de Janeiro, e coreografou apresentações de premiações, além de ser dona de danças virais como Toma, Toma, Vapo, Vapo, e Ensaio das Maravilhas.

Ana Schurmann, 27 anos – Categoria Artes Plásticas, Fotografia e Moda

Ana Schurmann atua desde os 13 anos como modelo internacional e já trabalhou com marcas como Dior e Calvin Klein. No entanto, há oito anos, ela resolveu se aventurar no cenário musical. Além de falar nove idiomas, a jovem também toca sete instrumentos.

Continua depois da publicidade

A catarinense integrou o pódio do streaming Deezer com a canção Room (Hear Me Now) na Itália. Em parceria com a comunidade carente próxima ao Monte Kilimanjaro (Tanzmânia) compôs a música Una Mambo Mengi, que teve a renda revertida às crianças da região.

Jefferson Branco, 30 anos – Categoria Design

Vencedor do concurso Deca na categoria Estação de Metrô aos 24 anos, Jefferson é mais um catarinense que integra a lista da Forbes. O projeto foi elogiado por sua natureza democrática e que instigou uma mudança nas regras da premiação, tornando obrigatória a discussão sobre questões de gênero.

O catarinense também foi o primeiro estudante convidado para participar da CASACOR Santa Catarina. No ano passado, lançou um projeto social em Itajaí, no Litoral Norte, onde lidera arquitetos na reforma de creches municipais.

Hottmar Lach, 30 anos – Categoria Empreendedorismo Social e Terceiro Setor

Com um projeto que já impactou mais de 100 mil pessoas, o catarinense Hottmar Lach, de Orleans, também integra a lista. Ele conheceu a tecnologia social, ferramenta que mudaria sua vida completamente, durante a passagem como bolsista do programa Ciências sem Fronteiras na Universidade Limerick, na Irlanda.

Continua depois da publicidade

— A Nohs Somos nasceu daí, como uma startup focada na comunidade LGBTQIA+, que desenvolve tecnologia e oferece consultoria para promover a diversidade e inclusão em empresas […]. A Nohs Somos é uma consultoria que alinha diversidade e negócio. O foco não é assistencialista, e sim de impacto positivo aliado ao ESG, dando retorno ao negócio. Há um cenário de perfil de consumo muito quente relacionado a pautas sociais, como o da comunidade LGBTQIA+ e negra, em que praticamente 50% de ambas preferem comprar de marcas que apoiem suas causas, mesmo que mais caras — explicou à Forbes.

Rodrigo Della Rocca, 28 anos – Categoria Tecnologia e Inovação

Rodrigo é natural de Florianópolis e fundador do CondoConta, primeiro banco exclusivo para condomínios no Brasil e no mundo. Só em 2023, a empresa captou R$ 102 milhões para investir em produtos e aquisições.

— Queremos ser o coração financeiro do mundo condominial, indo muito além do Pix, do financiamento e da receita garantida, que acaba com a inadimplência para o condomínio — disse à Forbes.

A empresa, que tem como objetivo integrar os sistemas das administradoras e condomínios emprega 150 pessoas e já recebeu mais de R$ 200 milhões em sete aportes de fundos como Redpoint, Igah, Endeavor e Terracotta.

Continua depois da publicidade

Confira imagens dos catarinenses na lista

Leia também

Ranking da Forbes revela que SC é o 3º estado com mais bilionários no Brasil em 2023

Justiça manda suspender CPI que apura suposto faturamento em compra de “kit de higiene” em prefeitura de SC

Destaques do NSC Total