nsc
dc

ELEIÇÕES 2022

Pedido de voto em trânsito nas Eleições 2022 começa nesta segunda; veja prazo e como pedir

Voto em trânsito só é permitido em capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores

18/07/2022 - 09h10 - Atualizada em: 18/07/2022 - 10h41

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Pedido de voto em trânsito nas Eleições 2022 começa nesta segunda
Pedido de voto em trânsito nas Eleições 2022 começa nesta segunda
(Foto: )

O prazo para solicitar o voto em trânsito para quem pretende estar fora do seu domicílio eleitoral nas Eleições 2022 foi aberto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta segunda-feira (18). Os eleitores terão até o dia 18 de agosto para fazer a solicitação.

> ​Receba notícias do DC via Telegram

O voto em trânsito só é permitido em capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores. Podem fazer o pedido cidadãos que estiverem com o título eleitoral em situação regular, isto é, sem pendências com a Justiça Eleitoral, como multas ou ausências não justificadas em pleitos anteriores. 

Para solicitar, é necessário ir até um Cartório Eleitoral e apresentar um documento oficial com foto. As solicitações só são feitas por meio de atendimento presencial. 

> Candidatos ao governo de SC não terão segurança oferecida pelo TRE-SC; entenda o motivo

É possível pedir o voto em trânsito para um turno ou dois. O primeiro turno das eleições deste ano estão marcadas para o dia 2 de outubro. Em caso de segundo turno, os eleitores retornam às urnas em 30 de outubro.

Para as eleições 2022, que definirão os cargos de presidente, governador, senador, deputados federais e deputados estaduais, existem duas possibilidades de voto em trânsito: 

  • Quem estiver dentro do mesmo estado em que vota, poderá participar das eleições para todos os cargos 
  • Quem estiver em outro estado poderá votar apenas para o cargo de presidente

Tudo sobre as ELEIÇÕES 2022

Leia também

O único voto de SC contra a PEC Kamikaze

SC tem o menor número de gravidez na adolescência, diz IBGE

Com superlotação em UTIs infantis, SC muda conta e aumenta previsão de novos leitos

Colunistas