nsc

Trânsito

Placa de metal se solta na ponte Pedro Ivo, em Florianópolis, e provoca congestionamento

Filas chegaram até a Via Expressa, na Avenida Ivo Silveiras, no Estreito e em Coqueiros, e na BR-101

06/07/2019 - 08h33 - Atualizada em: 07/07/2019 - 20h25

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Problema na ponte ainda provocava congestionamento na Via Expressa, na Capital, por volta das 10h.
Problema na ponte ainda provocava congestionamento na Via Expressa, na Capital, por volta das 10h.
(Foto: )

O acesso à Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, ficou congestionado a partir das 9h deste sábado (06). Isso porque uma placa metálica se soltou e interditou uma das pistas da ponte Pedro Ivo. O problema provocou filas na Via Expressa, na Avenida Ivo Silveira, nos bairros Estreito e Coqueiros. A lentidão chegou até a BR-101. Por volta das 12h, uma equipe no local começou a inserir uma placa em cima da junta de dilatação da ponte. Às 12h45, a solução paliativa já havia sido implementada, e o trânsito foi totalmente liberado.

Segundo a Polícia Militar, a placa de metal de 600kg que foi colocada na ponte é um paliativo para liberar o tráfego de veículos, porém o trabalho deve continuar na noite deste sábado com a solda da junta de dilatação. Essa é a mesma placa que se soltou dia 13 de fevereiro deste ano.

Ponte é liberada em Florianópolis e manutenção recomeça neste sábado

No momento em que a placa se soltou, um veículo acabou tendo o pneu furado. Em nota oficial, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informou que a empresa que faz a recuperação das pontes, juntamente com uma equipe da SIE, já trabalha para recuperar a placa.

Anderson Silva: o que a peça solta na ponte revela sobre a mobilidade de Florianópolis

Segundo o secretário adjunto da Infraestrutura e Mobilidade, Major Alexandre Vieira, a ideia inicial era soldar novamente a placa, mas optou-se por outra solução. Agora, os técnicos irão trabalhar para que seja feita um outro tipo de fixação, com a colocação de parafusos, segundo o Major. Por volta das 10h30min, ele deu uma entrevista à rádio CBN Diário:

— Estamos tentando construir não somente a solução paliativa, que porventura gerou novamente o transtorno. No final de maio fizemos uma análise de pouco mais de 30 dias e se acreditava, e que não se confirmou, que a placa iria perdurar por mais tempo. Isso não se confirmou, para dar uma solução definitiva, a gente está tentando não fazer a solda da placa, se não já teria sido resolvido, mas sim uma solução definitiva, que foi a orientação que passamos para os técnicos, para que não fique gerando novamente transtorno para a população — explicou.

Vestibular da UFSC mantido, garante Coperve

O primeiro dia de provas do vestibular da UFSC, que inicia na tarde deste sábado, não irá sofrer alterações. A informação é da presidente da Comissão Permanente do Vestibular (Coperve), Maria José Baldessar. A professora informa que a comissão monitora o trabalho de interdição de pista, e por isso o horário de abertura e fechamento dos portões segue mantido. A prova começa às 14h, com acesso permitido das 13h até as 13h45min.

Confira como está o trânsito em tempo real pelo Waze:

Pedro Rockembach
Via Expressa apresentou congestionamento
(Foto: )

Secretário adjunto da Infraestrutura e Mobilidade, Major Alexandre Vieira, dá detalhes sobre o conserto da placa

Acesse também:

Problema na ponte Pedro Ivo: reforma das estruturas precisa ser prioridade estadual

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas