O Prédio Verde, na região central de Joinville, “sumiu” de um dia para o outro e o fato chamou a atenção de joinvilenses durante o fim de semana. O edifício está sendo demolido desde o fim de janeiro e, na última quinta-feira (9), no aniversário de 172 anos da cidade, iniciou o processo remoção do último dos três andares.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A obra está na etapa final e a previsão é de que a demolição seja concluída em abril deste ano.

Os 12 apartamentos e sala comercial que fazem parte da construção de 1.260,89 metros quadrados foram comprados pela prefeitura em 2021, após acordo com os moradores. Após o término dos trabalhos, o plano do governo Adriano Silva (Novo) é de usar o espaço para o alargamento da ponte sobre o rio Cachoeira, na Rua Nove de Março. Também há a possibilidade de alargamento do rio ou instalação de parque linear no local.

As obras terão custo total de R$ 455 mil

Continua depois da publicidade

Último andar do prédio foi demolido durante o fim de semana (Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação)

Construído entre os anos de 1955 e 1960, o Prédio Verde está situado na esquina da avenida Dr. Paulo Medeiros com a Rua Nove de Março. Há sete anos, o local chegou a ser interditado e os residentes foram evacuados pela Defesa Civil municipal sob o risco de colapso. No entanto, à época, foi constatado que as condições de habitação eram seguras.

Em setembro de 2021, o prefeito assinou os Decretos de Utilidade Pública relacionados com os imóveis do Edifício Nove de Março. No ano passado, foram assinadas as escrituras de imóveis do prédio e feita a licitação para a demolição.

Demolição do Prédio Verde começou no final de janeiro (Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação)

Leia também

O que será feito após a demolição de prédio no Centro de Joinville

Veja como foram as etapas de demolição do Prédio Verde

Destaques do NSC Total