nsc
    dc

    Flexibilização

    Prefeitura de Florianópolis acata decisão do Estado e vai liberar shoppings e academias

    Prefeito da Capital disse que ir contra as liberações autorizadas na segunda-feira pelo governo do Estado seria "uma batalha perdida"

    21/04/2020 - 10h56 - Atualizada em: 21/04/2020 - 18h15

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Comércio de rua está liberado desde esta segunda-feira na Capital
    Comércio de rua está liberado desde esta segunda-feira na Capital
    (Foto: )

    O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), confirmou que a cidade vai acompanhar a decisão do decreto estadual e permitir a liberação de estabelecimentos como shopping centers, academias e igrejas.

    A prefeitura ainda não definiu quais as regras que os estabelecimentos precisam cumprir para retomar as atividades. Uma definição desses critérios por parte do governo do Estado é aguardada para esta terça-feira. Gean Loureiro disse estar disposto a discutir com municípios vizinhos da Capital critérios padronizados para essa nova liberação de atividades.

    > Governo de SC divulga regras para abertura de academias e shoppings

    Em carta publicada no fim da manhã desta terça-feira (21), o prefeito de Florianópolis afirmou que com a liberação anunciada pelo Estado, a cidade ficaria com "opções muito limitadas e cm as mãos praticamente amarradas". Segundo ele, o fato de a cidade fazer parte de uma região com 22 municípios e ter limites próximos dificultaria uma manutenção de restrição.

    "Se um município da região libera as atividades, como um prefeito do município vizinho pode proibir? Vamos ser realistas. Tentamos fazer isso na semana passada. Aqui diversas atividades, como o comércio de rua, estavam proibidas. O que aconteceu? As pessoas foram fazer suas compras no município ao lado, e vai ser assim também com as novas atividades liberadas. Seria uma batalha perdida ir contra essa realidade", afirmou o prefeito.

    Gean ainda disse "querer crer" que a decisão do governo do Estado esteja amparada em critérios técnicos e estudos científicos e lembrou que como a gestão dos hospitais de Florianópolis cabe ao Estado, ele precisará garantir capacidade de atendimento para uma resposta caso ocorra um aumento de casos do novo coronavírus.

    O prefeito da Capital listou o que considera avanços da cidade no combate ao novo coronavírus, como o uso de máscaras, os testes rápidos feitos no aeroporto e em casos suspeitos, a aquisição de respiradores para as UPAs e o programa Alô Saúde, e prometeu reforçar a fiscalização para garantir que as exigências sanitárias sejam cumpridas por estabelecimentos que voltarem a atuar.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    "Por isso, já que é uma decisão consolidada, nos resta aumentar o rigor na fiscalização, bem como a estrutura de acompanhamento epidemiológico. E vamos precisar de todos para ajudar a fiscalizar cada estabelecimento a cumprir as regras de saúde. Estamos fazendo tudo o que é possível para enfrentar essa pandemia, mas não vamos vencer essa luta sozinhos. Só saia às ruas se for realmente necessário. Se puder, fique em casa. E, peço a todas as empresas que tiverem condições, que continuem em home office. Usem máscaras, cumpram, fiscalizem, denunciem", encerrou o prefeito.

    Em São José, a prefeitura informou que também vai seguir as determinações do Estado. A abertura de igrejas, templos religiosos, restaurantes e academias já está liberada a partir desta terça-feira (21).

    Shoppings, centros comerciais e galerias estão autorizados a partir de quarta-feira (22) no Estado, mas a prefeitura ainda aguarda que o Estado divulgue as regras para o funcionamento desses estabelecimentos para só então liberar essas atividades no município.

    Equipes da prefeitura vão fiscalizar estabelecimentos que descumprirem as regras. A prefeitura local também reforça o pedido para manter o isolamento social e só sair de casa se for muito necessário.

    Ainda na Grande Florianópolis, a prefeitura de Palhoça também confirmou que vai acatar as liberações do Estado e informou que aguarda a definição das regras para funcionamento.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas