nsc
nsc

Saúde

Preocupação com a saúde masculina não deve se limitar ao penúltimo mês do ano

Além do Câncer de Próstata, outros problemas de saúde costumam atingir homens, especialmente depois dos 50 anos de idade.

01/12/2021 - 08h32

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Especialista alerta para a importância da prevenção às doenças que atingem os homens.
Especialista alerta para a importância da prevenção às doenças que atingem os homens.
(Foto: )

Já está no calendário: todos os anos, no mês de novembro, uma campanha mundial de conscientização e prevenção ao câncer de próstata domina os noticiários e os informes publicitários. A campanha é importante, necessária, e se justifica: é o segundo tipo de câncer que mais atinge e mata os homens, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mas essa não é, ou não deve ser a única preocupação com a saúde masculina. Outros problemas afetam homens de todas as idades e merecem um tratamento e acompanhamento médico adequados. E nada mais indicado do que prevenção ou diagnóstico precoce.

O urologista Sérgio Augusto Skrobot (CRM/SC 13487), destaca que os homens precisam ter mais cuidado com a saúde, o que facilitaria o diagnóstico precoce e tratamento adequado para qualquer problema que possa ocorrer.

Todo homem com 50 anos ou mais deve procurar um médico urologista, mesmo que não sinta nada, para fazer os exames preventivos. Para pacientes com mais riscos associados, como os afrodescentes ou os que tiveram histórico familiar, a indicação é começar o controle aos 45 anos. O motivo está amparado nas estatísticas: quando descoberto precocemente, o câncer de próstata tem mais de 90% de chances de cura - ressalta o especialista, que alerta:

O problema é que muitos homens não têm o hábito de ir ao médico. Só tomam a iniciativa quando se sentem mal. Um levantamento do Centro de Saúde do Homem, de São Paulo, mostra que 70% dos pacientes do sexo masculino procuram o médico por influência da mulher ou filhos. E mais da metade chega ao consultório com doenças em estágio avançado.

> Exame de câncer de próstata ainda é tabu entre homens

Problemas de saúde masculina vão muito além do câncer de próstata

Sérgio destaca que existem outras doenças que acometem um número significativo de homens, e que estes problemas também merecem atenção especial. Acompanhamento médico e, caso necessário, exames para diagnóstico são fatores fundamentais para a prevenção e tratamento.

A partir dos 50 anos, são comuns, em homens, casos de próstata aumentada. Os sintomas são dificuldade para urinar, vontade frequente de ir ao banheiro e sensação constante de bexiga cheia. Além disso, destaco outras condições do aparelho urinário que afetam pacientes do sexo masculino: a prostatite; a bexiga hiperativa; e as estenoses (infecções) na uretra, que podem causar cicatrizes no canal por onde passa a urina e o sêmen. É importante destacar que todas têm tratamento, seja medicamentoso ou cirúrgico. Nenhum paciente precisa abrir mão da qualidade de vida e, na dúvida, devemos procurar um especialista afirma.

Exames preventivos

O câncer de próstata, bem como outras doenças que acometem pacientes do sexo masculino, é detectado por alguns exames de rotina. O doutor Sérgio explica, no caso do câncer de próstata, como é feito o diagnóstico.

Existem dois exames preventivos de rotina: o toque retal e o PSA, que é uma proteína produzida pela próstata e detectada no exame de sangue. É necessário fazer esse exame e o controle do aumento dessa proteína ao menos uma vez por ano. Como a próstata cresce naturalmente ao longo da vida, o PSA costuma aumentar junto com ela. É preciso ficar atento, porém, porque o câncer de próstata também provoca o aumento desse marcador. Quando o PSA está aumentado, o urologista vai investigar se é por uma causa benigna ou maligna, daí a necessidade de fazer o acompanhamento preventivo do PSA uma vez por ano. Já o exame de toque retal é rápido, indolor e complementa o PSA, ajudando o médico a identificar anomalias na próstata. E aqui é importante destacar: estes exames são complementares, então é necessário que ambos sejam feitos pelo paciente explica o médico, que finaliza:

Além de fazer os exames regularmente, todo homem deve adotar hábitos saudáveis capazes de prevenir não só o câncer de próstata, mas outros tipos de tumores. Entre eles, destaco: ter uma alimentação saudável, praticar atividade física, manter o peso corporal adequado, não fumar, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e controlar o estresse. Uma vida equilibrada é a melhor maneira de preservar a saúde física e mental, prevenindo doenças.

Previna-se

Não existe melhor tratamento do que a prevenção. E com a saúde masculina, não é diferente. Consultas frequentes e exames preventivos - sempre solicitados por seu médico de confiança - são fundamentais para prevenir doenças e, em casos de ocorrências, obter o diagnóstico da forma mais precoce possível. Quanto antes a doença for detectada, mais eficiente será o tratamento e maior será a chance de cura.

> Casan realiza fiscalização e ações de conscientização ambiental em SC

Uma das empresas referência no Estado em exames laboratoriais em análises clínicas é o Laboratório Santa Catarina, com sede em Blumenau, que completou 47 anos em outubro 2021.

Um dos destaques do Laboratório Santa Catarina é o atendimento personalizado e humanizado. A empresa inaugurou, recentemente, uma unidade com atendimento exclusivo para as mulheres - prática que deve se intensificar nos próximos meses, com outros laboratórios de atendimentos específicos, entre eles, um destinado à saúde masculina.

Referência em exames laboratoriais em Santa Catarina, empresa vive nova fase.
Referência em exames laboratoriais em Santa Catarina, empresa vive nova fase.
(Foto: )

Além dos atendimentos exclusivos, outro destaque do Laboratório SC é o investimento em equipamentos de ponta, com tecnologia moderna. Aliados a uma equipe técnica altamente capacitada e qualificada, são capazes de fornecer exames de urgência com precisão e agilidade na entrega dos resultados.

Temos o propósito de promover aos nossos clientes o acesso a uma medicina preventiva, por meio de exames laboratoriais em análises clínicas e genéticos, assim, auxiliando o médico a um diagnóstico, acompanhamento e terapêutica mais assertivo na saúde das pessoas destaca Eduardo José Cury Schmid, farmacêutico bioquímico do Laboratório SC.

Lembre-se: os exames são parte do tratamento, e não o final dele. Devem ser feitos com solicitação e acompanhamento de especialistas. Procure seu médico e previna-se!

Conheça os serviços e exames oferecidos pelo Laboratório SC acessando o site.

Leia mais

Moda masculina: confira as tendências para o verão 2022

Rede de laboratórios garante controle de qualidade da água da Casan

Colunistas