nsc
an

Saúde

Procura por pronto-atendimentos de Joinville quase dobra; maioria tem sintomas de gripe

Média de pessoas atendidas por dia é de 1,3 mil, mas saltou para 2,3 mil nesta semana

04/01/2022 - 17h31

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Filas registradas no PA Norte nesta terça-feira (4) em Joinville
Filas registradas no PA Norte nesta terça-feira (4) em Joinville
(Foto: )

A procura pelos pronto-atendimentos de Joinville quase dobrou nos últimos dias, o que tem gerado filas e lotação. Segundo a prefeitura, a média de pessoas atendidas diariamente nas três unidades da cidade (Leste, Norte e Sul) é de 1,3 mil, mas na última segunda-feira (3) foram registradas 2,3 mil. 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Na comparação realizada pela prefeitura entre a procura por atendimentos em 3 de dezembro e 3 de janeiro, o crescimento foi de 71%. No entanto, o município afirma que não há como atribuir o aumento a um fator específico.

A maioria dos pacientes atendidos nos PAs nos últimos dias apresenta sintomas gripais, de acordo com a prefeitura. O município ressalta que diversas cidades brasileiras tiveram aumentos expressivos nos casos de gripe desde o início de dezembro.

> H3N2: veja sintomas da variante da gripe que se espalhou pelo país

Em Joinville, o aumento na procura pelos pronto-atendimentos começou na semana passada, intensificou no fim de semana e permanece alto.

A prefeitura afirma que está com escalas completas de trabalho em todas as unidades de pronto-atendimento e segue acompanhando a demanda da população, além do tempo de espera. No entanto, não detalha se vai reforçar o atendimento para reduzir as filas.

> Dezembro foi o mês com menor número de mortes por Covid no ano em Joinville

A orientação é de que pacientes com sintomas leves busquem as unidades básicas de saúde, mas pessoas com sintomas mais graves precisam procurar os pronto-atendimentos.

A conduta médica nos atendimentos vai depender do histórico de cada paciente, podendo variar entre consulta, exames, medicação ou até internação. Caso o profissional da saúde suspeite de algo "fora da curva", poderá pedir exames especiais, inclusive para Influenza H3N2 ou Covid-19, por exemplo.

Leia também:

Ruas de Joinville ficam alagadas após chuva forte; veja imagens

Joinville tem mais de 500 vagas de emprego disponíveis; veja como se candidatar

Foragido do Presídio de Joinville é capturado em frente a sorveteria em Mafra

Edital para duplicação de mais de R$ 200 milhões no Norte é suspenso

STF nega pedido das empresas de ônibus de Joinville e mantém novo prazo para licitação

Colunistas