O Programa Voa Brasil, idealizado pelo Governo Federal e que pretende deixar passagens aéreas mais baratas, teve seu lançamento adiado para depois do Carnaval, mas sem uma data definida. O programa deveria começar a funcionar em território nacional no dia 5 de fevereiro. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Essa é a segunda vez que a data de lançamento do programa, que foi divulgado em março de 2023 e tinha previsão de início para o segundo semestre do mesmo ano, é adiada. Segundo assessoria do ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, a mudança ocorre devido a problemas de agenda do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A expectativa é que cerca de 20,8 milhões de aposentados do INSS e 600 mil estudantes estariam aptos a participar do programa.

O que é o Voa Brasil

A proposta do Programa Voa Brasil é oferecer passagens a R$ 200 para determinados setores. Segundo o governo, inicialmente, aposentados e alunos do Programa Universidade para Todos (ProUni) que não tenham viajado nos últimos 12 meses, poderão utilizar o benefício.

Continua depois da publicidade

A ideia é fazer um acordo com as três companhias aéreas brasileiras Azul, Tam e Gol, para venda de assentos excedentes. Essas passagens só estarão disponíveis para quem tem renda mensal de até R$ 6,8 mil.

Os que se enquadrarem nos requisitos poderão comprar duas passagens por ano por R$ 200 cada e parcelar em 12 vezes por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal, instituição que será responsável por fazer o pagamento às companhias. Existe ainda a possibilidade de que outros setores da sociedade sejam contemplados no futuro.

Leia também

Antaq confirma crescimento acima da média nacional nos portos de SC

Bilionário, mercado de apartamentos novos em Joinville tem “salto” em 2023

Destaques do NSC Total