O programa populacional de manejo do acidente vascular cerebral (AVC) de Joinville, conhecido como Joinvasc, ganhou destaque e foi reconhecido pela revista estadunidense NEJM Catalyst Innovations in Care Delivery, apontada como a maior publicação científica sobre inovações nos cuidados à saúde.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Um artigo foi publicado na revista contando a história e os avanços alcançados pelo Joinvasc ao longo dos últimos anos. O programa sediado no Hospital Municipal São José é considerado um modelo internacional de cuidado em saúde.

A publicação demonstra a evolução do programa baseado em um modelo com três pilares: coleta de dados populacionais, uma unidade de AVC multiprofissional e parceria com pacientes por meio de uma associação. O artigo gerou manifestações de especialistas internacionais.

– Estamos muito impressionados com esse trabalho. Países com muito mais recursos deveriam se sentir enciumados com o que vocês têm feito. Obrigado pelo trabalho e por compartilhar conosco – escreveu Tom Lee, editor da revista.

Continua depois da publicidade

– Parabéns sinceros por este excelente artigo e pelo trabalho verdadeiramente fantástico que a equipe do Joinvasc faz para melhorar os resultados dos pacientes com AVC – escreveu Anant Jani, da Universidade de Oxford, do Reino Unido.

Além do artigo, uma matéria do programa está na capa do site da revista com o seguinte título: “Joinvasc, organizando o ciclo completo de tratamento do AVC com cobertura universal”.

Além da publicação no NEJM Catalyst, a experiência do programa Joinvasc já foi replicada em capacitações e implementações em mais de 20 centros de AVC na América Latina. Serviu ainda de modelo para o Ministério da Saúde definir as políticas nacionais sobre AVC e participou da criação do programa de certificação de centros de AVC da Organização Mundial de AVC (World Stroke Organization – WSO).

Em 2021, o Joinvasc foi eleito o melhor programa mundial de Valor em Saúde e recebeu a certificação máxima, de centro avançado de AVC, conferido pela WSO.

Continua depois da publicidade

joinvasc joinville
Gestão baseada em dados populacionais permite melhorias no cuidado ao AVC (Foto: Prefeitura de Joinville, Divulgação)

Segunda causa de morte e invalidez no mundo

As doenças cerebrovasculares são a segunda causa de morte e invalidez no mundo. Elas afetam cerca de 1 a cada 4 pessoas. O artigo destaca que pacientes com AVC em países em desenvolvimento enfrentam muitos problemas no cuidado e na falta de acesso aos tratamentos. No programa Joinvasc, a gestão baseada em dados populacionais permite melhorias na linha de cuidado ao AVC, até o pós tratamento hospitalar, beneficiando toda a população de Joinville e região.

A publicação aborda a história do Joinvasc, que começou no Hospital São José com o levantamento de dados clínicos em 1995, seguido da criação da primeira unidade de AVC multidisciplinar do Brasil, em 1997. Durante a trajetória, profissionais da saúde, gestores, pacientes e parcerias com a comunidade, setor privado e com universidades da região contribuíram para o desenvolvimento do programa.

Joinvasc reduziu incidência e mortalidade por AVC

A revista ainda traz números de Joinville, apontando que o Joinvasc gerou a redução de 37% na incidência de AVCs, redução de 59% na mortalidade por AVC e um aumento de 86% na melhora do resultado funcional dos pacientes com AVC grave em pacientes atendidos no Hospital São José.

– O comprometimento pela causa e por melhorar continuamente as condições de atenção ao paciente com AVC tem gerado mais qualidade de vida para a população e sustentabilidade para o sistema de saúde. É um grande orgulho para o time Joinvasc contribuir na luta pelos resultados de saúde que realmente fazem sentido para as pessoas – afirma o neurologista Pedro Magalhães, do Joinvasc.

Continua depois da publicidade

Outro destaque dado pela publicação americana é o trabalho de acompanhamento por até cinco anos após o AVC. O acompanhamento é realizado por uma equipe especializada no monitoramento do estado de saúde, controle dos fatores de risco, reabilitação e qualidade de vida do paciente. O artigo pode ser acessado no site da revista.

Leia também:

Programa de Joinville para tratar AVC é considerado o melhor do mundo em prêmio internacional

Pesquisa de SC mostra resultados animadores na reabilitação de pessoas com Parkinson e AVC

Atendimento rápido em casos de AVC ajuda a salvar pacientes em Joinville; conheça os sintomas

Destaques do NSC Total