Um projeto criado em Santa Catarina para otimizar serviços públicos de saúde levou o prêmio nacional “Connected Smart Cities”, na última quarta (4). A honraria reconhece trabalhos que contribuem para o desenvolvimento das chamadas “cidades inteligentes”.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

A ferramenta criada pela IPM Sistemas, empresa de tecnologia sediada em Florianópolis, permite a profissionais da saúde municipal, entre outras coisas, a realização de cadastros de pacientes pelo celular, a integração de prontuários, o controle da dispensação de medicamentos e o monitoramento de informações integradas de Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), Samu e laboratórios.

O município catarinense de Rio do Sul, no Vale do Itajaí, utiliza o IPM Saúde, como é chamada a ferramenta, desde 2017. No dia a dia, o projeto permite, por exemplo, que agentes comunitárias colham informações para um sistema já integrado em nuvem, sem a necessidade de tomarem dados no papel e só depois repassarem a um computador.

A banca analisadora do prêmio Connected Smart Cities levou em conta aspectos como a contribuição para solução de problemas das cidades, inovação e percepção de benefício para o cliente, características comuns às cidades inteligentes.

Continua depois da publicidade

Leia mais

“Força Catarinense na Pandemia” terá homenagem da associação de medicina

Empresa de SC que desenvolve inteligência artificial faz intercâmbio na Finlândia

Destaques do NSC Total