nsc
santa

VALE DO ITAJAÍ

Quais os 7 animais peçonhentos que mais assustam moradores de Blumenau

Levantamento feito a pedido do Santa por bombeiros militares mostram que socorristas são acionados praticamente dia sim dia não para capturar animais em terrenos ou residências

19/10/2021 - 12h24

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Animais peçonhentos mobilizam bombeiros em Blumenau semanalmente
Animais peçonhentos mobilizam bombeiros em Blumenau semanalmente
(Foto: )

Quase todos os dias ocorrências envolvendo animais peçonhentos em Blumenau mobilizam os bombeiros da cidade. Mas você sabe quais são as espécies que mais assustam os moradores e geram as ligações ao 193? Entre uma cobra aqui e um lagarto acolá, há outros bichos bem menores que também dão trabalho aos socorristas (e nem deveriam).

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Em quase três anos, os bombeiros militares foram acionados 443 vezes para ajudar quem teve a visita inesperada ou acabou ferido por um desses “invasores”. No topo da lista, com folga na liderança, estão as cobras de diferentes espécies e tamanhos. Depois delas, marimbondos, lagartos e abelhas surgem como os protagonistas mais comuns dos chamados.

Entre as espécies de cobras encontradas estão as venenosas jararacas. As que possuem veneno, aliás, representam pouco mais da metade das ligações aos socorristas. As demais não peçonhentas que acabam capturadas são a falsa coral, a dormideira e a caninana.

Apesar da maioria ser peçonhenta, entre janeiro de 2019 e agosto deste ano, período em que os dados foram coletados pelos bombeiros militares e disponibilizados ao Santa, somente em oito ocorrências as cobras chegaram a picar as vítimas.

> Mapa interativo mostra a evolução da Rua XV de Novembro de Blumenau em 10 imagens

Para evitar o deslocamento de uma viatura sem necessidade, os bombeiros têm utilizado a tecnologia em chamados envolvendo serpentes. Se a situação parece controlada, o atendente pede que uma foto do animal seja enviada ao WhatsApp da corporação. 

Com a imagem, eles conseguem definir a espécie. Se é venenosa, a equipe vai até o local para retirá-la e depois devolvê-la à natureza em um ponto longe da área urbana, explica o sargento Airton César Schmits.

— Nós temos muitas cobras aqui na região que não são venenosas, que não causam mal nenhum. As peçonhentas são a jararaca, jararacuçu e coral. Com essas, independentemente do tamanho, precisa ter cuidado — explica Schmits.

> Cobra de jardim é venenosa? Conheça a espécie

Animais peçonhentos

Entre janeiro de 2019 e agosto deste ano, os bombeiros militares foram acionados por ocorrências envolvendo animais peçonhentos 443 vezes em Blumenau:

  1. Cobra - 354
  2. Marimbondo - 38
  3. Lagarto - 31
  4. Abelha - 16
  5. Lagarta - 2
  6. Aranha - 1 
  7. Escorpião - 1

> Quais as cobras venenosas mais encontradas em Blumenau

Animais peçonhentos mais encontrados em Blumenau*

  1. Cobra - 85
  2. Lagarto - 4
  3. Abelha - 3

*Que resultaram em chamados para os bombeiros de janeiro a agosto de 2021

Abelhas e marimbondos

Abelhas não gostam de habitar locais movimentados
Abelhas não gostam de habitar locais movimentados
(Foto: )

Se com as cobras há dúvidas sobre o perigo, o que justifica uma ligação ao 193, há outros animais que na maioria dos casos os bombeiros sequer precisariam ser chamados. 

Para lidar com abelhas e marimbondos, por exemplo, o ideal é acionar apicultores especializados. Os bombeiros atuam somente em casos muito específicos, como quando esses insetos “moram” dentro da casa de pessoas vulneráveis, por exemplo.

O que fazer quando ver um lagarto

Lagarto invadiu hamburgueria na Rua Antônio da Veiga em 2019
Lagarto invadiu hamburgueria na Rua Antônio da Veiga em 2019
(Foto: )

Os lagartos ficam agressivos quando se sentem acuados, o que pode resultar no uso da cauda para ‘chicotear’ a pessoa ou até mordê-la.

— Ele tem uma mordida parecida com a do jacaré, que segura e gira. Já atendi um caso de um homem que tentou segurar um lagarto pela cabeça e teve um dedo arrancado — conta o bombeiro.

A dica então é não deixar o animal encurralado. Ele não gosta de movimentação, então se parar em um terreno ou casa não deve permanecer por muito tempo. A orientação é deixar o caminho livre para que ele possa sair em direção à mata e não se aproximar.

O que fazer quando ver uma cobra

Cobra capturada em Blumenau
Cobra capturada em Blumenau
(Foto: )

O corpo de bombeiros alerta para o cuidado que as pessoas precisam ter ao ver um destes bichos na casa ou até mesmo na rua.

  1. Não entrar em pânico
  2. Manter distância de segurança para não ser picado
  3. Acionar o corpo de bombeiros pelo telefone 193
  4. Fotografar a cobra para que os bombeiros possam identificar a espécie
  5. Seguir as instruções dos bombeiros para a retirada ou aguardar o socorro

Como evitar atrair animais peçonhentos

A palavra-chave é limpeza. Cobras e lagartos são atraídos por comida e pequenos animais, como roedores, que acabam surgindo em terrenos por conta de restos de alimentos jogados no quintal. 

Entulhos com madeira também atraem cobras, que se escondem nesses locais. Quem mora perto de áreas de vegetação pode ter visitas inusitadas. O segredo é não entrar em pânico e seguir as orientações dos socorristas. 

Leia também

> Vídeo: Bombeiros tiram duas cobras de 2 metros de telhado de casa em SC

> Cobra papa-pinto: veja o que fazer ao encontrar a serpente

> Cobra é encontrada no mar em praia de São Francisco do Sul; veja vídeo

Colunistas