nsc
hora_de_sc

Viralizou

Quem é Douglas Souza, do vôlei, que virou o queridinho das redes sociais nas Olimpíadas

Jogador já acumula mais de 900 mil seguidores só no Instagram

21/07/2021 - 10h26

Compartilhe

Marina
Por Marina Martini Lopes
Douglas Souza vôlei
Nascido em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo, Douglas tem 25 anos, e fez parte do time que foi campeão olímpico em 2016
(Foto: )

O público brasileiro do Twitter e do Instagram tem mais um motivo para torcer pela seleção brasileira de vôlei nas Olimpíadas de Tóquio: Douglas Souza, ponteiro da equipe, que chamou atenção ao viralizar com vídeos que mostram os bastidores do evento - e já acumula mais de 900 mil seguidores no Instagram; cerca de 600 mil deles conquistados na última semana. Nascido em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo, Douglas tem 25 anos, e fez parte do time que foi campeão olímpico em 2016.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

"O que está acontecendo? Que gente toda é essa? Estou em choque", chegou a postar o jogador no Twitter, impressionado com o próprio número de seguidores.

> Veja os catarinenses que já conquistaram medalhas olímpicas

Um dos primeiros vídeos a viralizar foi um em que Douglas mostrava os três uniformes da seleção brasileira para as Olimpíadas de Tóquio, fazendo várias poses para a câmera. Em outro vídeo, ele desfila em uma passarela imaginária, em meio ao treino da equipe - o post foi compartilhado pela influencer e ex-BBB 20 Camilla de Lucas, que escreveu: "E vamos de torcida pra esse ícone!"

Douglas Souza também resolveu "testar" a tão falada cama de papelão dos quartos da Vila Olímpica - o jogador de vôlei pulou e sambou sobre a cama, e brincou: "Gente, vocês viram que quase quebrou a cama? Ainda bem que não quebrou. Deu certo. Deu para sambar, deu para quicar. Não, mentira. Mas vocês entenderam, cama super aprovada."

Assumidamente gay, Douglas já declarou ao jornal Folha de S. Paulo que tem orgulho em poder representar a população LBGTQIA+ na seleção brasileira.

- Eu sou a prova viva de que um LGBT pode jogar no alto nível, como um hétero - afirmou. - Eu nunca me escondi para ninguém. Em todo clube com quem assinei, a diretoria sabia, os atletas sabiam. No meu dia a dia não muda absolutamente nada. Estou aqui a trabalho. Acho que vida pessoal e profissional são totalmente diferentes.

> No Limite: Paula Amorim é a vencedora, com 66,77% dos votos

Além das publicações no Instagram e no Twitter, o jogador também marca presença no TikTok, e é gamer, apaixonado pelo jogo League of Legends: ele mantém um canal no YouTube onde registra partidas e fala sobre personagens do game.

Leia também:

> Quem são os popstars que mais inspiraram nomes de bebês nos últimos vinte anos

> Jéssica Mueller sobre o No Limite: "Só não me eliminavam por saber que eu me saía bem nas provas"

> Põe na Lista: HBO Max e Star+ no Brasil; estreias de Loki e Luca; série de Entrevista com o Vampiro; e mais

Colunistas