nsc
dc

Susto!

Rato morto é encontrado dentro de um molho de tomate em SC

Moradora de São Domingos, no Oeste do Estado, despejou o molho de tomate em uma panela, enquanto cozinhava no último sábado (6); o corpo do rato estava inteiro

09/11/2021 - 15h51 - Atualizada em: 09/11/2021 - 15h59

Compartilhe

Diane
Por Diane Bikel
O rato estava em um molho de tomate
O rato estava em um molho de tomate
(Foto: )

Um rato morto foi encontrado dentro de um molho de tomate em São Domingos, no Oeste de Santa Catarina. A moradora encontrou o animal após despejar todo o ingrediente em uma panela em que cozinhava no último sábado (6), por volta das 11h.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo o que contou à reportagem, Inês Meotti Woiciechoski já havia usado outros três molhos da mesma marca, que comprou em uma última ida ao mercado. Todos, de acordo com ela, foram usados "aos poucos", a não ser este último:

- Há 20 dias eu comprei esses molhos e fui usando. Sempre coloco só um pouco na comida para dar um gostinho, mas, neste caso, pensei em pôr tudo porque a panela era grande. E foi sorte. Cortei o canto do pacote e quando fui despejar, vi que estava meio duro embaixo. Apertei pra sair e quando vi, caiu o rato - relembrou.

> Cobra ataca cachorro no quintal de casa em Jaraguá do Sul

> Cobra é encontrada viva dentro de couve-flor em Florianópolis

Segundo Inês, o susto foi grande. O filho, que trabalha na vigilância sanitária, repassou o caso para o Estado, que mandou recolher todos os produtos do lote, conforme informou à mãe. O molho de tomate venceria apenas em 2022, segundo Inês.

- Fiquei apavorada. Imagina se eu usasse eles aos poucos, igual os outros, iria ver [o rato] no final só, depois de ter usado tudo - disse ela ao relembrar que o animal estava "inteirinho" dentro do produto.

> Entenda as diferenças entre cobra-coral-verdadeira e falsa

De agora em diante, segundo ela, não vai mais utilizar o ingrediente. A comida foi jogada fora, conforme explicou, e Inês higienizou os utensílios antes de cozinhar novamente. As lasanhas, portanto, foram refeitas sem molho de tomate, conforme afirmou Inês.

Anvisa

Segundo as regras da Anvisa, no molho de tomate podem conter pelos de roedores em uma proporção de um para 100 gramas, assim como fragmentos de insetos. Segundo o órgão, os animais podem entrar em contato com o alimento nas lavouras, transporte ou armazenamento.

*Sob supervisão de Lucas Paraizo.

Leia também

Florianópolis tem cesta básica mais cara entre as capitais; valor passa de R$ 700

Alta no preço dos alimentos em SC expõe lado desumano da inflação

Mais de 250 cobras já foram capturadas em Jaraguá do Sul em 2021

Colunistas