Essa terça-feira (9) ficou marcada para o fotógrafo Rafael Paz por um registro especial. O filmmaker conseguiu registrar um trio de baleias-francas-austrais adultas, nadando lado a lado em uma praia de Florianópolis. As imagens dos animais acumulam milhares de visualizações nas redes sociais.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Rafael conta que recebeu informações de que uma baleia estaria próxima do Morro das Pedras, e como mora no Campeche, foi até lá para tentar filmá-la com drone. Assim que colocou o drone no ar, viu que eram duas baleias, e que uma terceira estava um pouco mais distante.

— Eu comecei a filmar essas duas, deu uns dois, três minutos, a terceira se aproximou, e elas começaram a nadar juntas. Então foi uma surpresa, porque eu nunca tinha visto aqui em Floripa, três nadando juntas — relembra.

Veja o vídeo


O registro, considerado raro pelo encontro entre os três animais, foi comemorado por Rafael, que já registrou outras baleias na região. Contudo, ele afirma ter gravado somente bebês com as mães, ou baleias sozinhas, mas nunca três delas juntas.

— Foi incrível, eu entrei em êxtase, até a hora de chegar em casa e editar o vídeo para postar eu estava muito feliz por ter conseguido registrar, porque isso é bem raro de acontecer aqui. Aqui geralmente elas vêm ou para ter os seus bebês, ou para encontrar algum par para acasalamento, mas três juntas, nadando assim, foi a primeira vez. Foi uma surpresa muito grande — afirma o fotógrafo.

Jules Souto, oceanógrafo e curador do Museu Oceanográfico da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) explica que as baleias-francas costumam formar grupos, geralmente com uma fêmea mais velha e outras mais jovens, mas às vezes com um macho jovem, sendo que os machos costumam ficar mais solitários. Na fase adulta, as baleias chegam a ter de 14 a 16 metros de comprimento.

Baleias-francas escolhem SC para nascimento de fihotes

A diretora de Pesquisa do Instituto Australis, Karina Groch, explica que as baleias costumam chegar na costa catarinense grávidas para o nascimento dos filhotes.

Continua depois da publicidade

— Nos últimos anos temos registrados poucos grupos sociais ou grupos de acasalamento, que são quando baleias adultas interagem e não estão acompanhadas de filhote — afirma.

Entre as três baleias flagradas nas imagens desta terça, uma delas foi identificada como uma “velha conhecida” dos pesquisadores. Ela já esteve no litoral catarinense em 2015 e 2021, e teve dois filhotes por aqui. Entre as possibilidades apontadas por Karina está que ela esteja grávida novamente, ou então que ela somente esteja interagindo com as outras duas e esse seja um grupo de acasalamento.

— A avistagem desses grupos sociais ou grupos de acasalamento pode representar uma maior quantidade de baleias vindo para o nosso litoral ou resultado positivo com relação à conservação desse ambiente e a proteção dessa espécie aqui no nosso litoral — destacou Karina.

Leia também

Massa de ar polar e frente fria trazem chuvas com risco de enxurradas e mais frio a SC

Estaleiro Arataca: Justiça determina demolição das ruínas no prazo de 60 dias, em Florianópolis

Destaques do NSC Total