nsc
dc

CPI DA COVID

Renan Calheiros deve propor indiciamento de Bolsonaro, filhos do presidente e mais 37 pessoas

Três atuais ministros e o líder do governo na Câmara dos Deputados podem estar entre os indiciados

11/10/2021 - 14h53

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid
Senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid
(Foto: )

Relator da CPI da Covid-19 no Senado, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) deverá propor o indiciamento de Jair Bolsonaro, de três filhos do presidente e de mais de 30 pessoas, por ao menos 16 crimes cometidos durante a pandemia. Os nomes foram apurados pelo Metrópoles com fontes próximas ao relator.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Além de Bolsonaro, devem ser indicados os filhos do presidente Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro; ao menos três atuais ministros do governo: Marcelo Queiroga (Saúde), Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) e Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência); e o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).

Também estão na lista nomes como os ex-ministros Eduardo Pazuello, Osmar Terra e Ernesto Araújo; as deputadas federais Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF); a médica Nise Yamaguchi; e os empresários Luciano Hang, Carlos Wizard, Otávio Fakhoury e Francisco Maximiano, este último dono da empresa Precisa Medicamentos.

*Por Igor Gadelha

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia também:

Bolsonaro é impedido de assistir a jogo do Santos por estar sem vacina: "Por que isso?"

Governo Bolsonaro pagou R$ 193 mi antecipados por máscaras, mas não comprovou recebimento

Estagiária de ministro do STF era informante de blogueiro bolsonarista

Veto de Bolsonaro a distribuição de absorventes é criticado em SC: “Vai gastar com o SUS depois”

Colunistas