Rio do Sul registrou no último sábado (18) o dia mais chuvoso dos últimos oito anos, aponta a Defesa Civil. Foram 152,2 milímetros de chuva, superando o então recorde de 4 de maio de 2022, com 99,8 milímetros. O temporal causou enchentes que invadiram casas até o teto e deixou 50 famílias desabrigadas.

Continua depois da publicidade

Clique no link e entre na comunidade do WhatsApp

Conforme a Defesa Civil, o volume de chuva ficou muito acima do que se previa anteriormente, uma variação de 80 e 120 milímetros entre sexta-feira e sábado. O acumulado nos dois dias foi de 167 milímetros.

Chuva se afasta neste domingo, mas SC segue em alerta para alagamentos e deslizamentos

Continua depois da publicidade

A situação de alto volume se repetiu em boa parte do Alto Vale, com muita chuva concentrada no sábado em cidades que ficam na bacia do rio Itajaí-Açu, principalmente naquelas que não são atendidas pela contenção das barragens. O resultado disso foi a elevação do nível do rio em quase cinco metros e meio em 24 horas, causando uma nova enchente na cidade.

Registros de precipitação antes de 2016 não podem ser verificados por conta de eventual imprecisão, já que eram feitos com pluviômetros e instalados em locais diferentes do que é medido hoje, na ponte Dom Tito Buss, entre os bairros Jardim América e Canta Galo.

Por conta da chuva intensa, a cidade já acolhe 50 famílias desabrigadas, somando 201 pessoas. Ao todo, foram abertos seis abrigos. O município também registra cerca de mil pessoas desalojadas, ou seja, que saíram de suas casas, mas não precisaram ser encaminhadas a abrigos.

Alertas da Defesa Civil

Por conta deste alto volume de chuva concentrado em pouco tempo, a Defesa Civil de Rio do Sul alerta a comunidade sobre o alto risco para deslizamentos de terra, queda de barreira e outras ocorrências associadas à chuva.

Continua depois da publicidade

Além disso, há atenção em relação ao nível do rio Itajaí-Açu, que vem aumentando nas últimas horas. Por volta das 8h deste domingo (19), estava em 8,94 metros. A cota de inundação é de 9,5 metros.

A Defesa Civil indica que os moradores fiquem atentos e, caso identifiquem alguma ocorrência, é importante informar a Defesa Civil pelo telefone 199 e, dependendo da gravidade, sair imediatamente do local.

Leia também

Apostador de SC fica milionário após ganhar prêmio na Lotofácil

“Mantenham-se vigilantes”: Defesa Civil alerta para alagamentos e deslizamentos em SC

“Prevenção de desastres deve ser uma política prioritária no Brasil”, afirma titular da Defesa Civil de SC

Destaques do NSC Total