nsc
nsc

Morar Bem

Saiba como ter um espaço instagramável dentro de casa

Cibele Latrônico, moradora da capital, tem um quarto planejado para ser fundo de boas fotos e vídeos

30/11/2021 - 13h56 - Atualizada em: 30/11/2021 - 15h21

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
morar bem
Espaço planejado por Carol Von Jelita
(Foto: )

Uma decoração charmosa, que chame atenção, instigue, cause interesse. Esses são apenas alguns atributos do que pode ser chamado de “instagramável”, quando as pessoas ao redor querem tirar uma foto naquele cantinho – e postar nas redes sociais – porque a luz, o fundo, tudo vale a pena.

> Chillhouse: Conceito de “casa refúgio” cresce e prioriza o aconchego do lar

 Estabelecimentos como restaurantes, bares e lojas já apostam nessa tendência, mas é possível também ter um espaço desse dentro de casa. Foi isso que escolheu Cibele Latrônico, moradora do Estreito, na capital catarinense.

— Quando comprei o imóvel pensei em fazer um Studio, como tem um quarto sobrando, onde eu tivesse uma bancada com três espelhos, mas que também tivesse um canto para minhas clientes, que atendo em casa, baterem as fotos delas depois de prontas e para eu ter um fundo legal para gravar meus vídeos.

É no portal onde as clientes gostam de bater as fotos. Ainda, as amigas com lojas também utilizam fotos em artes nas redes sociais, com a parede instagramável de fundo. Desde a reforma, em fevereiro, os resultados apareceram rapidamente.

— Logo que minhas clientes ficam prontas dentro do quarto de maquiagem, a primeira coisa que falam é que vão bater a foto neste portal. Então é automático, não tem ninguém que entre aqui em casa, que entre no quartinho e que não queira bater uma foto naquele portal — comemora a maquiadora.

Projeto planejado

A designer de interiores Caroline Von Jelita foi a responsável pelo projeto. Como o quarto de maquiagem foi pensado justamente por ela dar cursos e fazer conteúdos para as redes sociais, foram pensados não apenas um, mas alguns espaços instragramáveis, dando mais versatilidade ao cenário.

— Conversando com ela percebe-se que ela é bem alto astral e espiritualizada, e tinha alguns móveis já existentes no quarto que seria necessário manter, então comecei a pensar nas possibilidades de paredes existentes para ser cenário. Para trazer vida e deixar mais harmônico, coloquei umas prateleiras que fazem conjunto com o armário baixo. No final tivemos um resultado lindo, com um quarto amplo, aconchegante e com vários cenários instagramáveis — conta Von Jelita.

Caroline Von Jelita
Caroline Von Jelita
(Foto: )

A designer de interiores detalha que o círculo pintado remete aos círculos dos espelhos, dando movimento ao espaço. A bancada única traz unicidade e amplitude para o quarto, fazendo com que toda a parede seja aproveitada. O arco em degradê que hoje é a marca registrada foi pensado justamente para parecer um portal, é um ótimo cenário para as fotos e vídeos. Todos os tons terrosos foram pensados para ser algo atemporal, que não cansam e nem brigassem com as maquiagens.

Espaço instagramável

A designer acredita que o conceito de “instagramável” envolve qualquer coisa que tenha sido colocada ali com o objetivo de gerar experiências e render boas fotos para os visitantes do local, clientes ou consumidores. Ou seja, uma vitrine totalmente diferente, uma parede muito bem decorada ou com pinturas criativas, já são fortes candidatas para isso que chamamos de espaços instagramáveis. 

O objetivo desse espaço é que o usuário, cliente ou frequentador do espaço queira compartilhar e assim fazer com que mais pessoas tenham vontade de viver a experiência.

— Ser instagramável significa que as pessoas buscam experiência, por isso cada vez mais as pessoas estão procurando por sentimentos, dessa forma o produto não precisa mais ser só tocado, ele pode ser apreciado. Dessa forma, despertando o desejo de ser fotografado, compartilhado e admirado, pode-se dizer que o espaço é insagramável.

Por onde começar

O investimento para criar um espaço instagramável não é alto se você levar em conta todos os benefícios que ele oferece, de acordo com a designer de interiores. Von Jelita afirma que o ambiente instagramável deve ser visualmente tão instigante a ponto de agregar valor às fotos. Assim, a pessoa vai voluntariamente compartilhar essa imagem em suas redes sociais – geralmente marcando os perfis oficiais da loja. Para ter um espaço em casa, o ideal é criar cenários que tenham a identidade da sua marca, produto ou serviço.

— Se você tem um serviço, o ideal é que você faça um ambiente na sua casa que traga a sua identidade, algo para deixar sua empresa consolidada. Uma parede com uma pintura diferente, uma iluminação diferente, plantas. Se você tem um produto, o ideal é que você tenha cenários versáteis, para ir mudando de acordo com o que você pretende expor, como por exemplo: Lençol, bancos, palhas, plantas, cartolina, até um ambiente monocromático hoje faz-se instagramável. Use e abuse da sua criatividade — reforça.

Segundo a designer, o ambiente instagramável é uma forma única e criativa de explorar o branding de uma marca ou de fixar sua imagem àquele espaço, como foi o caso do Quarto de Make da maquiadora Cibele Latrônico.

— Todo mundo que vê o arco degradê e o círculo remete ao serviço dela. É uma verdadeira instalação artística de sua marca. Nela, você tem muito espaço para expressar de forma criativa seus valores e toda a identidade que deseja comunicar aos clientes — completa.

Confira o Especial Morar Bem

Leia também 

Projeto arquitetônico inova e integra todos os espaços de residência através do paisagismo

Confira 5 tendências da arquitetura que aliam beleza e sustentabilidade

Colunistas