A abertura oficial da safra nacional da maçã acontece neste sábado (24) a partir das 8h30min, em São Joaquim, no Planalto Sul Catarinense. O evento acontece na Estação Experimental da Epagri e no Parque Nacional da Maçã, com presença confirmada do Ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro. A expectativa da Epagri é que o cultivo de maçã na safra 2023/2024 pode movimentar até 1,8 bilhão de reais, envolvendo todo o setor de produção, embalagem e venda.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Santa Catarina está no topo dos maiores produtores nacionais da fruta. Segundo o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Cepa), na safra de 2022/2023 os pomicultores catarinenses (aqueles que cultivam árvores frutíferas) colheram cerca de 557 mil toneladas de maçã em uma área de 15,3 mil hectares, com produtividade de 36,2 mil quilos por hectare.

De acordo com a Epagri/Cepa, o preço médio recebido pelos produtores ficou em R$ 1,50 por quilo da fruta. Com isso, o Valor Bruto da Produção (VBP) de maçãs chegou a R$ 876,3 milhões, 4,2% superior ao registrado na safra anterior.

A fruta que movimenta a economia da Serra catarinense

Conforme dados do projeto de pesquisa da Epagri, Santa Catarina conta com mais de  2.700 pomicultores com produção comercial em maçã Gala, Fuji e maçãs precoces. A produção estadual provém, em grande parte, de pequenas propriedades familiares, com produtores organizados em cooperativas ou com contratos em grandes empresas para classificação e comercialização. 

Continua depois da publicidade

As maiores áreas plantadas estão nos municípios de São Joaquim (58,11%), Fraiburgo (11,01%), Bom Jardim da Serra (8,82%), Monte Carlo (4,74%) Urubici (4,34%) e Urupema (3,24%), que juntos representam 90,26% da área em produção no Estado.

O engenheiro agrônomo e técnico de desenvolvimento da Epagri, Názaro Lima, destaca a importância do evento.

— O evento ajuda a chamar a atenção do Brasil em busca de apoio para a produção, é uma forma de divulgar um produto que possui uma qualidade única e que tem uma grande importância para a região — reforça o engenheiro.

Além disso, o cultivo representa a sobrevivência de várias famílias.

— A cultura da maçã trouxe qualidade de vida para os produtores, isso causou uma revolução na região. Eles produzem com muito capricho e muita dedicação em seus pomares — afirma Názaro.

Continua depois da publicidade

Informações do evento

A programação da abertura oficial da safra nacional da maçã inicia na Estação Experimental da Epagri, no bairro Caiçara. O presidente da Epagri, Dirceu Leite, irá receber a governadora em exercício Marilisa Boehm e o secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, Valdir Colatto, para o ato inauguração da pavimentação de acesso às unidades da Epagri no município. Foram construídos 2.367 m² de asfalto no local, com investimentos do Estado na ordem de R$ 344,9 mil.

Após o ato de inauguração, será realizada uma colheita simbólica da maçã nos pomares experimentais da Epagri. A partir das 11h, acontece a abertura oficial da safra 2023/2024 no Parque Nacional da Maçã.

Leia também

“Akará” se transforma em tempestade tropical e se desloca para região sul; veja rota e impactos

FOTOS: Satélites da Nasa mostram imagens da rara tempestade tropical no Sul do Brasil

Destaques do NSC Total