nsc
dc

Novas regras

SC adia decisão sobre praias e libera casas noturnas para a temporada de verão; veja regras

Eventos e parques aquáticos também foram liberados, com limite de lotação a partir de segunda-feira (21)

18/12/2020 - 20h14 - Atualizada em: 19/12/2020 - 09h50

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Decreto libera permanência em praias e parques
Decreto libera permanência em praias e parques
(Foto: )

Casas noturnas, eventos e parques aquáticos de Santa Catarina estarão oficialmente liberados para a temporada de verão a partir da próxima segunda-feira (21) em algumas regiões, conforme o nível de risco para coronavírus. O decreto que autoriza a abertura dos espaços de lazer a partir dessa data foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (18). A decisão sobre uma possível flexibilização do uso de máscaras nas praias deve ser regulamentada na próxima segunda-feira (21).

> SC passa de 14 para 15 regiões em nível gravíssimo para coronavírus

As novas normas autorizam o funcionamento de casas noturnas com 20% de ocupação nas áreas de risco grave (em laranja no mapa) e 50% da ocupação em regiões consideradas em risco alto (amarelo). As boates poderão funcionar com o máximo de público se o risco for moderado (azul). Já nas regiões de risco gravíssimo para coronavírus (em vermelho) as festas seguem proibidas.

Os eventos sociais, aqueles com convidados, foram autorizados com apenas 30% de ocupação em regiões de risco gravíssimo para coronavírus e com 50% da ocupação em regiões em nível grave. Se o nível for alto, é permitido 75% da lotação máxima. Nas áreas que estiverem em situação moderada não há limitação de público. 

> SC registra mais 56 mortes por coronavírus; ocupação das UTIs chega a 87,9%

Parques aquáticos e complexos de águas termais estão autorizados a abrir, a partir da próxima seguunda-feira, com 50% de ocupação nas áreas em nível gravíssimo e com 75% de ocupação no risco grave. Em áreas de alto e moderado não há limitação de público.

Além disso, outras atividades que tinham sido liberadas em áreas de menor risco para coronavírus, como teatros, museus e cinemas, também tiveram suas regras reformuladas nesta semana.

O secretário de Estado de Saúde, André Motta Ribeiro, afirmou em entrevista exclusiva à CBN Diário na tarde desta sexta-feira, pouco antes da publicação das novas medidas, que o uso da máscara continuaria sendo obrigatório em SC, porém, com algumas exceções que não foram explicadas por ele.

Motta também enfatizou que o decreto servirá para regrar atividades que já eram vistas na clandestinidade:

- A gente tem que olhar pra rua, para o que está acontecendo no mundo real. As pessoas já estão fazendo. A gente não tem que liberar, tem que regrar as atividades para, de alguma forma, conseguir fiscalizar.

Confira o que o Secretário de Saúde André Motta Ribeiro disse à CBN:

> Moradora de SC joga máscaras pela rua após flagras de desrespeito; veja vídeo

Adiada mais uma vez, agora para a próxima semana, a flexibilização sobre a permanência nas praias de SC já era esperada desde a sexta-feira passada (11), quando o governador Carlos Moisés da Silva se reuniu com prefeitos catarinenses para tratar sobre a vacinação do coronavírus e as normas de enfrentamento à pandemia.

Colunistas