nsc
an

Olha a máscara!

Moradora de SC distribui máscaras pela rua após flagras de desrespeito; veja vídeo

Maria Cléo e sua mãe saíram de carro para distribuir máscaras em Mafra; o vídeo foi enviado ao movimento da NSC “Quem Ama, Cuida”

15/12/2020 - 12h58 - Atualizada em: 16/12/2020 - 06h07

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Maria Cléo jogou máscaras pela janela e escreveu um livro na pandemia
Maria Cléo jogou máscaras pela janela e escreveu um livro na pandemia
(Foto: )

Maria Cléo Bayer, 35 anos, moradora de Mafra, no Norte de Santa Catarina, uniu a vontade de sair de casa com o desejo de conscientizar a população de sua cidade. Ela e sua mãe, Soely, resolveram passear de carro para jogar máscaras produzidas por elas pelas ruas do município.

> Veja ações de voluntários durante a pandemia de coronavírus em SC

> Catarinenses residentes em outros países compartilham relatos de suas experiências durante a pandemia

Maria Cléo registrou o momento e postou em suas redes sociais. O vídeo mostra a catarinense abrindo o vidro do carro, gritando "Cadê a mááááscara?" e jogando pela janela para os moradores que não usavam o utensílio de proteção. No momento da gravação, o decreto da cidade considerava obrigatório a utilização de máscaras em estabelecimentos comerciais e em espaços públicos.

O vídeo foi enviado ao movimento da NSC “Quem Ama, Cuida”, que incentiva o compartilhamento de dicas de segurança e bons exemplos para cuidar de si e dos mais próximos.

> NSC Comunicação lança movimento “Quem Ama, Cuida”

> Enfermeira de UTI em Blumenau descreve “velórios de 10 minutos” das vítimas de Covid-19 em hospital

O post gerou engajamento nas redes sociais e Maria Cléo recebeu muitas respostas. Um grupo de Alagoas gostou da ideia e quis repercutir em seu município. Os prefeitos das cidades de Alagoinhas, na Bahia, e São José do Rio Preto, em São Paulo, entraram em contato com a catarinense dizendo que gostaram da atitude.

No outro dia, Maria Cléo e Suely foram a uma loja de produtos naturais e encontraram o vendedor utilizando uma das máscaras distribuídas. A catarinense ficou muito feliz com a repercussão e espera ter ajudado a sua cidade:

— Aqui tá assustador, porque são duas cidades interligadas: Mafra e Rio Negro/PR, que são separadas apenas por uma ponte. Os casos estão altos nas duas cidades. Não estava assim nem no auge da pandemia. E é difícil porque saem restrições nos dois Estados e a população não obedece.

> SC libera hotéis com capacidade máxima para a temporada de verão com Covid-19

> Médico investigado em Joinville foi flagrado entrando no motel em horário de trabalho

No momento, Mafra, que tem 56.561 habitantes, possui 214 casos ativos, sendo que 3 pessoas estão na enfermaria e 5 na UTI. Rio Negro, no Paraná, tem 34.411 habitantes e está com 137 casos ativos, sendo que 3 pessoas estão internadas.

9 meses de isolamento

Maria Cléo e sua mãe estão em isolamento desde que iniciou a pandemia. Como as duas são do grupo risco, a catarinense precisou para de dar aulas presenciais imediatamente e passou a fazer videoaulas. Porém, a professora perdeu muitos alunos durante a pandemia.

> SC tem 85 novas mortes por coronavírus, o segundo pior número desde agosto

> Vacina da Covid-19 em SC: o que se sabe até agora sobre os planos de imunização

Com o tempo extra, Maria Cléo fundou o grupo "Marias", que auxilia pessoas que sofreram com algum tipo de violência. As pessoas trocam experiências em um grupo no WhatsApp e no Facebook com o lema "Estávamos sós. Não estamos mais".

Além disso, durante o isolamento, Maria Cleó começou a escrever um diário e, meses depois, o transformou em um livro e o publicou com o título "Ninguém esteve imune". O último capítulo da obra tem páginas em branco para que o leitor possa contar a sua experiência durante a pandemia. 

> Coronavírus: fatos positivos para enfrentar a pandemia

Movimento “Quem Ama, Cuida”

Após 9 meses de isolamento social, a NSC Comunicação resolveu dar voz ao público no movimento “Quem Ama, Cuida”. Os catarinenses são convidados a enviar vídeos com dicas de segurança e bons exemplos com a intenção de envolver o maior número de pessoas no combate ao vírus e numa retomada responsável.  

Os vídeos serão compartilhados em todas as plataformas da NSC. Envie o seu para o número (48) 99118-5112.

*Com supervisão de Raquel Vieira

Leia também

Suspeito de aplicar golpes pela internet é preso em SC

Quatro pessoas morrem em acidente na SC-418, em Itapoá

Quem são os artistas e os famosos que morreram de Covid-19

Colunistas