nsc
dc

Saúde

SC chega a 100% de ocupação em UTIs pediátricas e governo anuncia mais 68 leitos

Quadros de doenças respiratórias aumentam atendimentos e pressionam vagas de terapia intensiva no Estado

30/05/2022 - 12h31 - Atualizada em: 30/05/2022 - 12h46

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Governo de SC anunciou 68 novos leitos de UTI pediátrica e neonatal para amenizar lotação no Estado
Governo de SC anunciou 68 novos leitos de UTI pediátrica e neonatal para amenizar lotação no Estado
(Foto: )

Santa Catarina chegou a 100% de ocupação nos leitos de UTI pediátrica em todas as regiões do Estado. Segundo dados da manhã desta segunda-feira (30) do Painel de Leitos da Secretaria de Estado da Saúde , todas as 90 vagas de terapia intensiva disponíveis para crianças estão ocupadas. No caso das UTIs neonatais, a ocupação atual em SC é de 85,4%, com 43 disponíveis entre os 294 ativos.

SC investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A lotação de UTIs pediátricas vinha se agravando nas últimas semanas em SC. Na sexta-feira (27), o Estado já tinha quase 94% das vagas ocupadas. Diante da situação, o governo do Estado anunciou nesta segunda-feira a abertura de 68 novos leitos de UTI pediátricas e neonatais. A ativação dos novos leitos deve ocorrer em até 90 dias. O Estado, no entanto, anunciou uma articulação com superintendências para compra de equipamentos e contratação de profissionais, o que pode fazer com que os leitos estejam em funcionamento a partir de 10 dias.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, as doenças respiratórias são o principal motivo da lotação dos setores de terapia intensiva nos hospitais pediátricos catarinenses. Esse quadro representou 76% dos atendimentos feitos na primeira quinzena de maio em SC.

SC chegou a 100% de ocupação de UTI pediátrica nesta segunda
SC tem 100% de ocupação de UTIs pediátricas na manhã desta segunda-feira
(Foto: )

O Estado aponta que os novos leitos anunciados nesta segunda representam um aumento de 13% no total de vagas neonatais ativas atualmente e de 33%, no caso dos leitos. Convênios entre o governo estadual e hospitais vão permitir as aquisições e contratações necessárias à abertura dos novos leitos. 

Os novos leitos serão abertos em 10 hospitais de SC (veja lista abaixo). Serão 38 novos leitos de UTI neonatal e 30 de vagas pediátricas, maior gargalo atual no Estado.

O governo relacionou diretamente as campanhas contra a vacinação à grande demanda por atendimentos de crianças no Estado. Até o momento, SC tem apenas 31% de cobertura vacinal contra o vírus Influenza em crianças de seis meses a 5 anos. O número é três vezes menor do que a meta de 90% de alcance da imunização até o final da campanha em SC.

Ocupação de UTI pediátrica e neonatal em SC

UTI pediátrica

Leitos ativos: 90

Leitos ocupados: 90

Taxa de ocupação: 100%

UTI neonatal

Leitos ativos: 294

Leitos ocupados: 251

Taxa de ocupação: 85,37%

Dados do Painel de Leitos da SES, atualizados às 11h01min desta segunda-feira (30)

Hospitais que receberão leitos de UTI pediátrica e neonatal

Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis — 9 leitos de UTI neonatal

Hospital Pequeno Anjo, em Itajaí — 6 leitos de UTI pediátrica

Hospital Azambuja, em Brusque — 8 leitos de UTI neonatal e 2 de pediátrica

Hospital e Maternidade Jaraguá do Sul — 2 leitos de UTI pediátrica

Hospital Infantil Jesser Amarante Faria, em Joinville — 10 leitos de UTI pediátrica;

Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul — 4 leitos de UTI neonatal

Hospital Regional de Araranguá — 5 leitos de UTI pediátrica

Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma — 7 leitos de UTI neonatal

Hospital Regional de São José — 10 leitos de UTI neonatal

Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão — 5 leitos de UTI pediátrica

Leia também

Em SC, Queiroga afirma que Ministério da Saúde está "vigilante" para casos de hepatite e varíola

Florianópolis quer multa de R$ 5 mil para quem mantiver terreno com foco de dengue

UFSC procura pacientes que tiveram Covid-19 para projeto de reabilitação

Colunistas