Os dados oficiais do Censo 2022 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (28) mostram que a população de Santa Catarina deu um salto em relação ao último Censo, em 2010. Atualmente, o Estado tem 7.609.601 habitantes, sendo o segundo que mais cresceu em população no país: alta de 21,78% em 12 anos. É o caso de Wesley Gomes Moura, 30 anos, que trocou Jaguarari, interior de Bahia, para tentar a vida em Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Santa Catarina ficou atrás apenas de Roraima, com elevação de 41,25%, mas bem acima da média nacional, fixada em 6,45%. O Estado ganhou 1.361.165 habitantes nesse período, sendo 217.008 deles apenas em Florianópolis e Joinville, as duas maiores cidades.

O crescimento da população residente em SC reúne muitos fatores, estando entre os principais os altos índices de qualidade de vida e desenvolvimento humano. A elevação da população está distribuída entre as regiões, tanto que 224 dos 295 municípios tiveram alta entre os habitantes no período entre os censos.

Os números do Censo mostram que a expansão dos moradores de SC tem como principal destino o litoral. Das 20 cidades que mais ganharam habitantes proporcionalmente, 18 estão na costa catarinense.

Continua depois da publicidade

Quais são as cidades mais populosas de SC segundo Censo do IBGE

Vem do litoral também a cidade que mais cresceu em 12 anos no Estado: Itapoá, na costa norte, elevou a população em 108,3%, saltando de 14.763 para 30.750. O município, inclusive, foi o 5º do país que mais cresceu proporcionalmente o número de habitantes.

Veja como a população de SC cresceu em 150 anos

Wesley deixou a Bahia para em SC encontrar emprego, carteira assinada e um amor também baiano

Sem arrependimentos. Assim Wesley Gomes Moura, 30 anos, define a decisão de partir de Jaguarari, interior de Bahia, para tentar a vida em Santa Catarina. O destino foi Blumenau, no Vale do Itajaí, onde já estavam primos e conhecidos. Na Bahia, desempregado e dependendo apenas da música, conta ter sido em terras catarinenses que pela primeira vez teve a carteira assinada e os direitos trabalhistas assegurados por lei. Cinco anos se passaram e o sentimento de que fez a coisa certa só aumenta. Wesley é um dos 1.361.165 novos habitantes que o Estado ganhou nesses 12 anos.

— Não tenho do que me queixar. Cheguei numa segunda-feira, na terça fiz a entrevista e na quarta o exame médico. Na outra segunda estava empregado numa empresa de etiquetas de roupa, onde permaneço. Consegui economizar e comprei até um carro. Fiz amizades e tenho no jogo do basquete um dos prazeres da vida — diz.

Conheça as cidades com a menor população em SC

Adna Borges e Wesley Gomes Moura (Foto: Arquivo pessoal)

Para aumentar a renda, Wesley trabalhou como motorista de aplicativo e agora voltou a tocar violão num bar da cidade. Nesses cinco anos em Santa Catarina, Wesley voltou uma vez para a terra natal, em 2021, para festejar o aniversário da filha de oito anos. A menina mora com a mãe dela, de quem Wesley havia se separado antes de decidir mudar para o Sul.

Continua depois da publicidade

Aos poucos, a vida vai se refazendo. Num desses bicos para ganhar um dinheirinho a mais, ele foi trabalhar num mercado de Blumenau. Certo dia, viu uma moça com dreadlocks, ou dreads, cabelos considerados como símbolo da resistência da cultura africana e que se popularizou no Ocidente nos anos 1970 por meio do músico jamaicano Bob Marley. Wesley não se conteve e fez um elogio:

— Era uma baiana de nome Adna Borges. Hoje, estamos morando juntos — conta.

Wesley contribui para as estatísticas que colocam Santa Catarina como o segundo estado (21,8%) que mais cresceu proporcionalmente em população, ficando só atrás de Roraima (41,25%), tomando por base o censo de 2010. Além de ser o nono estado mais populoso do Brasil com 7,6 milhões de habitantes.

Censo 2022: Ana Maria Braga recenseadora? Veja curiosidades da pesquisa do IBGE

Cidades mais e menos populosas de SC; assista

Leia também

Família do RS explica por que se mudar para Florianópolis, a cidade que mais cresceu em SC

Joinville ganha mais de 100 mil habitantes e chega a 616 mil moradores, aponta Censo 2022

Destaques do NSC Total