nsc
dc

Pandemia

SC não registra mortes por Covid-19 pela primeira vez no ano

A última vez que o Estado não havia registrado mortes pela doença foi em junho de 2020

09/11/2021 - 15h37 - Atualizada em: 09/11/2021 - 16h12

Compartilhe

Por Luana Amorim
Mais de 19 mil pessoas já morreram pela doença em SC
Mais de 19 mil pessoas já morreram pela doença em SC
(Foto: )

Pela primeira vez no ano Santa Catarina não registrou novas mortes por Covid-19 nesta terça-feira (9), segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total. A plataforma leva em conta dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Até o momento, 19.736 pessoas morreram vítimas da doença no Estado. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A última vez que Santa Catarina não registrou mortes por Covid foi em 8 de junho de 2020. Na época, 186 mortes já haviam sido confirmadas no Estado, desde o início da pandemia, em 62 municípios. 

Dezesseis meses depois, porém, o cenário é outro. Nesta terça-feira, o Estado acumula 19.736 mortes, registradas em 293 municípios. Apenas as cidades de Novo Horizonte e Flor do Sertão, ambas no Oeste, não tiveram mortes por Covid-19 em Santa Catarina durante a pandemia. Já a cidade com o maior número de mortes é Joinville, com 2.016 vítimas.

Apesar de não ter tido novas mortes registradas, não quer dizer que o Estado não tenha tido vítimas nesta terça-feira. Isto porque é possível que os óbitos entrem no sistema do Estado dias após a confirmação. 

Mapa mostra melhora no cenário da pandemia em SC

Outro dado positivo em relação a pandemia é a queda no número de casos ativos em SC. Segundo o Painel do Coronavírus, nesta terça-feira, 4.943 pessoas ainda estão em tratamento para a Covid-19. 

Os dados trouxeram, inclusive, reflexos no mapa de risco que avalia a situação da pandemia no Estado. Na atualização do último sábado (6), 12 das 17 regiões apareciam no nível moderado (azul), considerado o melhor índice da matriz. Outras cinco estavam no risco potencial alto (amarelo). Não há, no momento, cidades nos níveis grave (laranja) e gravíssimo (vermelho). 

Segundo a SES, o principal fator para o atual cenário é o avanço da vacinação no Estado. Mesmo assim, ainda há desafios a serem cumpridos. 

— Nesse momento, o grande desafio posto é buscar manter uma atitude de prevenção, seja utilizando máscaras principalmente em ambientes fechados e com grande fluxo de pessoas, como no transporte público, lojas e demais ambientes, além de dar preferência a ambientes arejados, com boa circulação de ar — diz o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Mais de 60% da população vacinada 

Na última semana, Santa Catarina também alcançou a marca de 60% da população imunizada contra a doença, seja com a segunda dose ou a vacina de dose única. Isto quer dizer que, a cada dez pessoas, seis estão vacinadas no Estado. 

Segundo o Monitor da Vacina do NSC Total, nesta terça-feira, 5.745.977 catarinenses já tomaram a primeira dose, enquanto 4.583.122 estão completamente imunizadas. Os números representam 79,23% e 63,19%, respectivamente, na população total do Estado. 

Mas para o infectologista Martoni de Moura e Silva, apesar do cenário animador, ainda é preciso ter cautela com as medidas.

— Não existe uma porcentagem mágica. É preciso ficar de olho na taxa de transmissibilidade. Se ela está baixa, já é possível pensar em flexibilizar as medidas. Por enquanto, é importante mantê-las— diz.

Leia também: 

Ministério Público do Trabalho pede que empresas exijam vacinação de trabalhadores contra Covid-19

MPSC vai exigir vacinação contra Covid-19 de servidores em trabalho presencial

SC tem novas regras para grandes eventos; veja detalhes

Colunistas