nsc
dc

novo decreto

SC proíbe ônibus e adia aulas em regiões com risco gravíssimo; o que muda com novo decreto

18/07/2020 - 04h00

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Grande Florianópolis está entre as regiões de risco gravíssimo para coronavírus
Grande Florianópolis está entre as regiões de risco gravíssimo para coronavírus
(Foto: )

O novo decreto publicado pelo governo catarinense nesta sexta-feira (17) endureceu as restrições de combate ao coronavírus nas sete regiões de risco gravíssimo do Estado. As medidas adiaram a retomada das aulas presenciais por mais uma mês e proibiram a circulação dos ônibus municipais e intermunicipais por 14 dias. A permanência de pessoas em espaços públicos também ficou impedida. 

>> Veja a evolução da pandemia em SC em um mapa interativo

A decisão foi tomada pelo governo catarinense no mesmo dia em que o número de mortes causadas pela doença atingiu o patamar mais alto na pandemia, com 59 óbitos confirmados em um único boletim e depois de uma semana inteira de diálogos com os municípios que integram as regiões mais afetadas pelo vírus. 

> "Não há omissão nenhuma da nossa parte", afirma Moisés sobre as novas restrições por coronavírus em SC

Na mesma semana, quando a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI passou a margem de 71%, outro decreto havia sido anunciado. Na ocasião, as medidas eram restritas ao futebol e outras atividades de lazer. A decisão, inclusive, foi bastante criticada, já que a maioria das proibições já vigoravam na maior parte do Estado.

Aulas presenciais

As aulas presenciais, canceladas desde 18 de março, com decreto de emergência do governo estadual, tinham previsão de retomada a partir de 2 de agosto, primeiro para turmas com alunos de 14 anos e seguindo um protocolo de volta gradual para diferentes idades e níveis. No entanto, a atividade foi, mais uma vez foi adiada. 

Segundo documento publicado em Diário Oficial do Estado (DOE), a suspensão se estende até 7 de setembro em todas as unidades de ensino do território catarinense, nas redes pública e privada.

Novo decreto adia retomada das aulas presenciais nas redes públicas e privadas para setembro
Novo decreto adia retomada das aulas presenciais nas redes públicas e privadas para setembro
(Foto: )

Circulação de ônibus

Uma das atividades que ficou por mais tempo restrita no Estado depois do decreto de emergência, em 18 de março, foi a circulação dos ônibus municipais e intermunicipais. A retomada dos ônibus ocorreu gradualmente no mês de junho, na maioria das cidades catarinenses e volta a parar a partir de segunda-feira (20).

O prazo estipulado pelo Estado é de 14 dias, contados a partitr de 20 de julho e restringe a circulação de transporte de passageiros nas regiões de risco gravíssimo. 

Novo decreto de restrições para conter o coronavírus em SC
Novo decreto de restrições para conter o coronavírus em SC
(Foto: )

Permanência em espaços públicos

Já proibida na maioria das regiões do Estado, a permanência e a concentração de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, também foi restrita pelo governo catarinense. A população catarinense não pode, com o novo decreto, frequentar parques, praças e praias. A decisão passa a vigorar neste sábado (18) e tem duração de 14 dias. 

> Conselho de secretários municipais de Saúde alerta para “iminente colapso” na saúde de SC

Os epaços, no entanto, estão liberados para a realizaçao de atividades físicas, desde que individualmente.

Esportes individuais estão liberados
Esportes individuais estão liberados
(Foto: )

As sete regiões em risco gravíssimo

Identificadas pela cor vermelha, que indica risco gravíssimo para coronavírus e é o pior nível que o Estado pode chegar, estão as regiões da Grande Florianópolis, da Foz do Rio Itajaí, do Médio Vale, de Xanxerê, Laguna, Nordeste (Joinville) e a região Carbonífera.

Mapa que classifica o risco para coronavírus por região em SC
Mapa que classifica o risco para coronavírus por região em SC
(Foto: )

Veja as cidades em cada região

Regional Carbonífera

Cocal do Sul

Criciúma

Forquilhinha

Içara

Lauro Müller

Morro da Fumaça

Nova Veneza

Orleans

Siderópolis

Treviso

Urussanga

Balneário Rincão

Regional de Laguna

Armazém

Braço do Norte

Capivari de Baixo

Grão Pará

Gravatal

Imaruí

Imbituba

Jaguaruna

Laguna

Pedras Grandes

Pescaria Brava

Rio Fortuna

Sangão

Santa Rosa de Lima

São Ludgero

São Martinho

Treze de Maio

Tubarão

Regional da Grande Florianópolis

Águas Mornas

Alfredo Wagner

Angelina

Anitápolis

Antônio Carlos

Biguaçu

Canelinha

Florianópolis

Garopaba

Governador Celso Ramos

Leoberto Leal

Major Gercino

Nova Trento

Palhoça

Paulo Lopes

Rancho Queimado

Santo Amaro da Imperatriz

São Bonifácio

São João Batista

São José

São Pedro de Alcântara

Tijucas

Regional do Médio Vale

Apiúna

Ascurra

Benedito Novo

Blumenau

Botuverá

Brusque

Doutor Pedrinho

Gaspar

Guabiruba

Indaial

Pomerode

Rio dos Cedros

Rodeio

Timbó

Regional da Foz do Rio Itajaí

Balneário Camboriú

Bombinhas

Camboriú

Ilhota

Itajaí

Itapema

Luiz Alves

Navegantes

Penha

Balneário Piçarras

Porto Belo

Nordeste

Araquari

Balneário Barra do Sul

Barra Velha

Corupá

Garuva

Guaramirim

Itapoá

Jaraguá do Sul

Joinville

Massaranduba

São Francisco do Sul

São João do Itaperiú

Schroeder

Regional de Xanxerê

Abelardo Luz

Bom Jesus

Campo Erê

Coronel Martins

Entre Rios

Faxinal dos Guedes

Galvão

Ipuaçu

Jupiá

Lajeado Grande

Marema

Novo Horizonte

Ouro Verde

Passos Maia

Ponte Serrada

São Bernardino

São Domingos

São Lourenço do Oeste

Vargeão

Xanxerê

Xaxim

Colunistas