nsc
dc

Alerta

SC registra segundo caso suspeito de hepatite misteriosa em crianças

Pacientes receberam atendimento, com sintomas da doença, em Balneário Camboriú e Itajaí

10/05/2022 - 15h15 - Atualizada em: 10/05/2022 - 17h52

Compartilhe

Luana
Por Luana Amorim
Casos são investigados pela Secretaria de Estado da Saúde
Casos são investigados pela Secretaria de Estado da Saúde
(Foto: )

Subiu para dois o número de casos suspeitos de hepatite misteriosa em Santa Catarina. A notificação do segundo caso ocorreu nesta segunda-feira (9), segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC), e foi informada nesta terça-feira (10).

Receba notícias do DC via Telegram

De acordo com a diretoria, o segundo paciente é um adolescente de 16 anos, que foi avaliado em um hospital de Balneário Camboriú, em 5 de maio. Os sintomas, como náuseas, vômito, sonolência, urina de cor escura e febre, iniciaram em 29 de abril. Ele também apresentava alterações nas enzinas hepáticas. 

Agora, o paciente aguarda o resultado de exames para hepatite tipo A, sendo negativo para os tipos B e C, além de outros exames complementares. Ainda segundo a diretoria, ele não precisou de internação e segue em acompanhamento pela vigilância epidemiológica estadual e municipal. 

Na sexta-feira (4), a Dive já tinha recebido a notificação de um caso suspeito da doença. O paciente é uma criança de sete anos, que estava internada no Hospital Pequeno Anjo, em Itajaí. Ela recebeu alta nesta segunda-feira (9). 

— Assim que tomamos conhecimento dos casos, seguimos o protocolo e informamos imediatamente ao Ministério da Saúde. Além desse procedimento, continuamos acompanhando e prestando apoio aos municípios na investigação dos casos notificados — informou o médico infectologista do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância e Saúde (Cievs), Fábio Gaudenzi. 

O que é a hepatite? 

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ter diversas causas, desde infecções virais até consumo excessivo de álcool, alguns medicamentos e substâncias tóxicas. Entre os vírus que causam a doença estão o A, B, C, D e E. 

Também há hepatites autoimunes, que são doenças crônicas onde o próprio sistema imunológico do indivíduo ataca as células do fígado, causando inflamação e alteração da função do órgão. 

A hepatite de etiologia desconhecida em crianças é considerada incomum, já que ela não está relacionada a qualquer um dos tipos comumente causadores da doença. Dados preliminares apontam que não há relação da doença com a vacinação contra a Covid-19. 

Entre os principais sintomas da doença estão vômitos, diarreiras, náuseas, dor abdominal e pele e olhos amarelados. Em caso de suspeita, as crianças devem ser levadas imediatamente para o hospital, afim de avaliação e tratamento. 

Leia também: 

OMS confirma casos de hepatite de origem desconhecida

Hepatite: entenda os tipos mais comuns da doença

Colunistas