Santa Catarina volta a ser castigada pela chuva forte neste domingo (8), com registros de alagamentos, deslizamentos, rodovias bloqueadas e cancelamento de aulas. A chuva torrencial seguiu durante quase todo o dia em todas as regiões do Estado. Duas pessoas morreram em três dias devido às cheias em SC. De acordo com a Defesa Civil, praticamente metade dos municípios catarinenses já foram atingidos, sendo a região do Alto Vale do Itajaí a mais afetada. Ao todo, 54 cidades decretaram situação de emergência, e duas mortes foram registradas por conta das cheias.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A chuva deu uma trégua no amanhecer deste domingo em boa parte do Estado, mas voltou intensa no decorrer da manhã. A Defesa Civil emitiu um novo alerta para risco alto de ocorrências relacionadas ao mau tempo. Os maiores acumulados de chuva devem ficar concentrados entre o Meio Oeste, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Norte do Estado, variando entre 50 e 70 mm.

As rodovias federais e estaduais de Santa Catarina registravam até às 11h deste domingo (8), ao menos nove pontos de bloqueio total ou parcial. A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) informa que muitas estradas, apesar de não estarem bloqueadas, contam com rachaduras e água acumulada, por isso exigem atenção redobrada dos motoristas.

Em Rio do Sul, o nível do rio baixou durante a madrugada e estava em 9 metros por volta das 9h. Porém, a previsão, segundo a Defesa Civil, é de acumulados entre 70 e 100 mm para as próximas horas no município.

Continua depois da publicidade

A última estimativa é de que a cidade registre uma enchente de 14 metros. Por conta das ocorrências já registradas e da previsão de mais chuva, a Prefeitura de Rio do Sul, anunciou o cancelamento das aulas na rede municipal nesta segunda-feita (9).

Tubarão, no Sul do Estado, é uma das cidades mais atingidas. Somente no sábado (7), o Corpo de Bombeiros Militar recebeu 38 chamados e resgatou 118 pessoas. Quatro equipes com caminhonete e botes infláveis a motor atuam no município.

Em Blumenau, o domingo (8) amanheceu com o nível do Itajaí-Açu em queda. A medição das 6h apontava 9,33 metros, segundo o site do AlertaBlu. A cota de enchente de Blumenau aponta 41 ruas atingidas com rio nesse patamar. Com a previsão de mais chuva, o município segue em alerta.

Florianópolis é uma das regiões menos afetadas. Apesar da chuva forte registrada no sábado (7), a previsão para a madrugada de domingo (8) não se confirmou. Cerca de 20 ruas ficaram alagadas, cinco residências foram interditadas em Florianópolis e cinco pessoas ficaram desalojadas, segundo a Defesa Civil.

Continua depois da publicidade

O Estado registrou duas mortes por conta das chuvas. O primeiro registro ocorreu na quarta-feira (4) quando um homem morreu ao cair de bicicleta enquanto tentava passar por uma arrozeira alagada. No sábado (7), um homem de 42 anos morreu após tentar passar em uma área alagada pelas chuvas em Palmeira, na Serra Catarinense. Além desses dois casos, uma pessoa ficou ferida em uma ocorrência em Timbó.

Chuva em SC

Santa Catarina enfrenta chuvas intensas desde quarta-feira (4), com municípios alagados, deslizamentos e rodovias bloqueadas. Segundo a meteorologista Camila Cardoso, o evento é provocado pela presença do El Niño, fenômeno de efeitos globais caracterizado pelo aquecimento anormal do Oceano Pacífico.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar, desde o início da chuva em Santa Catarina foram atendidas 400 ocorrências. Entre o sábado (7) e domingo (8), 246 atendimentos foram realizados.

Veja fotos do impacto das chuvas em SC neste fim de semana

Continua depois da publicidade

Leia também

Barragens de Taió e Ituporanga chegam à capacidade máxima e começam a verter

Moradora ilhada em Rio do Sul relata situação no Alto Vale: “Para sair, só de barco”

Barragem de José Boiteux amanhece com comportas abertas e impasse

Destaques do NSC Total