nsc
    dc

    Balanço

    UTIs de Santa Catarina registram maior ocupação de toda a pandemia de coronavírus

    Índice geral de ocupação dos leitos do SUS é de 84,4%. Estado tem 31 novas mortes por covid-19 e 25 mil casos ativos

    25/11/2020 - 18h17 - Atualizada em: 25/11/2020 - 18h44

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Governo do Estado promete prorrogar instalação de leitos de UTIs do SUS
    Governo do Estado promete prorrogar instalação de leitos de UTIs do SUS
    (Foto: )

    Santa Catarina atingiu nesta quarta-feira, 25, o índice mais alto de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde durante a pandemia de coronavírus. São 84,4% em uso, pressionados pelo aumento da demanda por pacientes suspeitos e diagnosticados com covid-19. O Estado também confirmou novas 31 mortes em decorrência do coronavírus e mais 4.933 pacientes com a doença. No acumulado, Santa Catarina tem 337.009 casos confirmados desde o início da pandemia e 3.561 mortes.

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    O número de casos ativos, em tratamento contra a doença e capazes de transmitir o vírus, é de 25.092, um acréscimo de 1.040 em relação ao boletim da Secretaria de Estado da Saúde de terça-feira. O Estado tem agora 308.356 curados da covid-19. Conforme os critérios da Secretaria de Estado da Saúde, são considerados recuperados os pacientes que tenham recebido alta hospitalar e que desde o início dos sintomas tenham transcorridos 14 dias.

    Conforme levantamento da reportagem do Diário Catarinense, das 31 novas mortes confirmadas nesta quarta-feira pelo Estado (veja detalhes na lista abaixo), 7 são do Vale do Itajaí, 6 do Norte, 6 do Oeste, 5 do Sul, 4 da Grande Florianópolis e 3 da Serra. Os óbitos ocorreram entre terça-feira da semana passada (17/11) e esta quarta-feira (25/11).

    Novas mortes confirmadas

    Grande Florianópolis

    18/11: Feminino, 82, Antônio Carlos

    17/11: Feminino, 98, Florianópolis

    23/11: Feminino, 97, Florianópolis

    22/11: Masculino, 65, São José

    Norte

    23/11: Feminino, 63, Jaraguá do Sul

    23/11: Feminino, 74, Jaraguá do Sul

    23/11: Feminino, 82, Joinville

    24/11: Masculino, 69, Joinville

    24/11: Masculino, 79, Joinville

    23/11: Masculino, 74, Campo Alegre

    Oeste

    24/11: Feminino, 83, Chapecó

    24/11: Masculino, 81, Chapecó

    23/11: Masculino, 77, Irati

    25/11: Masculino, 72, Santiago do Sul

    24/11: Feminino, 77, Concórdia

    24/11: Feminino, 71, Abelardo Luz

    Serra

    24/11: Masculino, 51, Anita Garibaldi

    24/11: Feminino, 66, Capão Alto

    24/11: Masculino, 58, Lages

    Sul

    25/11: Feminino, 77, Araranguá

    24/11: Feminino, 77, Morro Grande

    24/11: Feminino, 55, Criciúma

    24/11: Masculino, 54, Morro da Fumaça

    25/11: Masculino, 48, Tubarão

    Vale do Itajaí

    24/11: Masculino, 91, Blumenau

    25/11: Feminino, 83, Blumenau

    24/11: Feminino, 73, Brusque

    22/11: Masculino, 54, Gaspar

    21/11: Masculino, 65, Itajaí

    23/11: Masculino, 57, Itapema

    24/11: Masculino, 69, Rio do Sul

    > SC tem mais de 19 mil testes de covid-19 com validade até o fim do ano

    Ocupação de UTIs do SUS atinge maior índice da pandemia

    Os 84,4% da ocupação geral dos leitos do SUS em Santa Catarina representam a maior taxa registrada no Estado desde pelo menos abril, quando dados diários passaram a ser divulgados pelo Estado. Veja no gráfico abaixo a evolução histórica da ocupação do SUS (em lilás).

    Esse índice representa a média geral de 1.404 leitos de UTI adultos, pediátricos e nenonatais à disposição do sistema público de saúde e que disponibilizaram dados nesta quarta-feira. A taxa leva em consideração pacientes suspeitos ou diagnosticados com covid-19, mas também inclui doentes de outras enfermidades.

    Mas o índice é ainda mais preocupante ao olhar para os leitos adultos, onde historicamente estão a maioria absoluta dos pacientes de covid-19 e onde mais se reflete o impacto da doença. Dos 527 internados em terapia intensiva da rede pública, 524 usam leitos adultos nesta quarta-feira, o que torna o índice de ocupação mais alto do que a média estadual: 87,5%. 

    Das 6 regiões de saúde, conforme o SUS divide o atendimento no território catarinense, 5 registraram aumento na ocupação de terça para quarta-feira. A exceção é o Sul, onde houve redução de dois pontos percentuais, mas porque mais três leitos ativos entraram para a conta, reduzindo o percentual.

    > SC tem 13 das 16 regiões em risco gravíssimo para coronavírus

    Ocupação geral das UTIS do SUS (adultos, pediátricos e neonatais)

    Vale do Itajaí: 89,8%

    Meio-Oeste e Serra: 88,3%

    Sul: 87,6%

    Planalto Norte: 86,4%

    Oeste: 85,8%

    Grande Florianópolis: 78,3%

    Foz do Rio Itajaí: 74,7%

    Ocupação dos leitos adultos

    Vale do Itajaí: 94,7%

    Meio-Oeste e Serra: 90,5%

    Sul: 90%

    Planalto Norte: 90,8%

    Oeste: 85,6%

    Grande Florianópolis: 83,2%

    Foz do Rio Itajaí: 75,2%

    Governadora em exercício promete manter leitos ativos

    Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, a governadora em exercício, Daniela Reinehr, reconheceu que a situação da pandemia se agravou em Santa Catarina e prometeu assegurar o funcionamento dos leitos da rede pública, por meio da prorrogação dos ativos ou da habilitação de novos. Segundo o governo do Estado, mais 45 leitos foram habilitados e outros 50 já ativos tiveram a habilitação prorrogada. 

    Dos 45 habilitados, 35 ficam no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, e outros 10 em Videira, no Hospital Salvatoriano Divino Salvador. Já os 50 que tiveram prorrogações estão distribuídos por hospitais de Xanxerê, Lages, Joaçaba, Joinville, Florianópolis, Chapecó e Blumenau.

    Daniela disse ainda que segue em tratativas diretamente com o Ministério da Saúde para garantir insumos e medicamentos necessários para o tratamento dos pacientes.

    – Hoje conseguimos prover mais insumos e equipamentos para atendimento à população e superarmos eventuais faltas de medicamentos. Estamos trazendo mais habilitações e prorrogações de leitos de UTIs covid-19 e já pedimos aos hospitais que mantenham os leitos existentes, pois o Estado garante o custeio. 

    Casos ativos 

    A maior concentração de casos ativos segue no Vale do Itajaí, com 7.284, 467 a mais do que no dia anterior. Com 5.622, está a região Sul, com 735 a mais do que ontem. A Grande Florianópolis reduziu 442 casos e tem agora 4192 ativos. Depois vêm o Norte (3.145 ativos), Oeste (2896) e Serra (1637).

    Florianópolis ainda é a cidade com mais casos em tratamento contra a covid-19: 2.259, quase 300 a menos em relação a terça-feira.

    Os 15 municípios com mais casos ativos

    Florianópolis 2259

    Joinville 1334

    Blumenau 1311

    Criciúma 1240

    Brusque 995

    Lages 994

    Jaraguá do Sul 835

    Palhoça 726

    Chapecó 654

    Balneário Camboriú 597

    Araranguá 509

    Tubarão 499

    Itajaí 497

    São José 467

    Gsapar 396

    A lista completa das cidades e o mapa dos casos ativos estão disponíveis no Painel do Coronavírus.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas