nsc
dc

Efeito ciclone

Ciclone já atinge 94 cidades de SC e afeta ao menos 10 mil pessoas

Alerta para ocorrências permanece porque a previsão de chuva forte se estende até esta quinta-feira

04/05/2022 - 16h27 - Atualizada em: 05/05/2022 - 07h23

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Ferrarez
Em três dias já choveu três vezes mais do que a média esperada para maio
Em três dias já choveu três vezes mais do que a média esperada para maio
(Foto: )

A chuva e o vento forte já provocaram danos em 94 cidades do Estado - número que quase quadriplicou se comparado ao boletim de Defesa Civil divulgado na manhã desta quarta-feira (4). Dessas, seis decretaram situação de emergência: Tubarão, Orleans, Forquilhinhas, Urubici, Maracajá e Araranguá.

> Receba notícias de Santa Catarina via Telegram

Pelo menos 10 mil pessoas sofreram prejuízos com o temporal, de acordo com o governo do Estado. Os municípios relatam alagamentos, deslizamentos, quedas de árvores e muros. Além disso, há rodovias e pontes interditadas - é o caso da Serra do Rio do Rastro, que foi transformada, entre os Kms 404 e 407, em um verdadeiro rio devido ao volume de chuva.

Até o momento, duas pessoas morreram em decorrência da chuva: José Vieira Lima, 60 anos, e Nilson da Silva Lima, 40, foram encontrados dentro de um carro submerso em um rio no interior de São Joaquim, na Serra.

O boletim estadual aponta que 595 moradores precisaram deixar suas residências: 420 estão desalojados, ou seja, foram pra casa de famílias, e 175 estão desabrigados e foram acolhidos em centros municipais e estaduais.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, equipes já atuaram em mais de 200 ocorrências relacionadas com a chuva desde segunda. Conforme um relatório divulgado na tarde desta quarta (4), Tubarão e Rio do Sul são as cidades que registram mais prejuízos. 

Segundo a Epagri/Ciram, Garopaba, Santa Rosa de Lima e Florianópolis registraram volume de chuma três vezes maior do que a média para o mês.

> Rio do Sul enfrenta situação de enchente e Itajaí-Açu passa dos 8 metros

De acordo com a Defesa Civil, o alerta para ocorrências permanece porque a previsão de chuva forte se estende até esta quinta-feira (5).

— O risco segue muito alto para ocorrências como alagamentos, enxurradas e inundações. Ainda há condições de fortes ventos e mar agitado. A Defesa Civil recomenda cautela e cuidados redobrados, não transitar em pontes e pontilhões submersos, estar atento a qualquer movimentação de massa, postes inclinados e rachaduras nas paredes. Em caso de ocorrência ligue 199 ou 193 — informou o meteorologista chefe da Defesa Civil, Murilo Freta.

Entenda o que é ciclone

Prejuízos causados pela chuva em SC em fotos

Leia também

Carro com grávida cai em canal e família se salva antes do veículo afundar em Florianópolis

Blumenau confirma enchente e abre primeiro abrigo

FOTOS: Nível do Rio Itajaí-Açu sobe em Blumenau e chuva forte causa transtornos

Colunistas