nsc
dc

Temporal

Florianópolis e Garopaba registram em dois dias o triplo da chuva esperada para o mês

Santa Rosa de Lima, no Sul do Estado, também teve precipitação muito acima do normal para o mês de maio

04/05/2022 - 12h13 - Atualizada em: 04/05/2022 - 13h13

Compartilhe

Camilla
Por Camilla Martins
Deslizamento em Garopaba
Garopaba, Santa Rosa de Lima e Florianópolis foram as cidades onde mais choveu nos últimos dois dias
(Foto: )

Quinze cidades de Santa Catarina registraram mais de 200 milímetros de chuva entre as 8h18min da última segunda-feira (2) e as 8h18min desta quarta-feira (4). Isso equivale a mais de 200 litros de água por metro quadrado, volume atípico.

Segundo a Epagri/Ciram, a chuva esperada para maio era de 80 milímetros, ou seja, os registros dos últimos dois dias representam, no caso de Garopaba, Santa Rosa de Lima (ambas com 262 milímetros) e Florianópolis (235 milímetros) três vezes mais do que a média.

Receba notícias do DC via Telegram

Os dados foram divulgados pela Defesa Civil estadual nesta manhã e mostram a dimensão dos temporais que causaram enchentes, alagamentos e deslizamentos pelo estado. 

Na Capital, além dos pontos de alagamento registrados no Sul da Ilha, um deslizamento atingiu duas casas nesta terça-feira e as famílias ficaram desabrigadas. Na madrugada desta quarta, uma árvore caída também foi removida da via no Campeche, segundo a prefeitura. 

Já em Garopaba, alagamentos ocorreram em todo município e imagens feitas pelo fotógrafo Alan Pedro mostram um grande deslizamento de terra na Rua Pedro Manoel de Lima.

No Vale do Itajaí, a cidade de Rio do Sul entrou em situação de enchente nesta madrugada, após o nível do rio Itajaí-Açu atingir a marca de 8,18 metros. Já no Sul do estado, uma escola foi interditada após um deslizamento na cidade de Orleans nesta terça. 

Ciclone extratropical

De acordo com o meteorologista da Epagri/Ciram, Marcelo Martins, apesar de o Brasil ser um país tropical, a região Sul, que está abaixo do Trópico de Capricórnio, tem um clima temperado que favorece a ocorrência de ciclones extratropicais

— Ciclones extratropicais são comuns e têm sempre uma frente fria associada, mas eles normalmente se formam no oceano. Dessa vez, ele se formou bem mais próximo ao continente, perto da costa e por isso tivemos todos esses fenômenos associados — explica Marcelo Martins. 

Segundo o meteorologista, a ocorrência do ciclone causa mudança no vento e nos mares, o que por consequência dificulta o escoamento da água da chuva. 

— Boa parte das cidades está alagada, mas por que está alagada? Choveu muito, boa parte da água evapora para atmosfera, parte é absorvida pelo solo e parte escoa. Tem uma hora que o solo não absorve mais e essa água escoa para os rios, que são os locais mais baixos das cidades. A água do rio escoa para o mar, mas, com o vento contrário ao continente - mais a ressaca e agitação do mar - e essa água não escoa — afirma o meteorologista. 

Veja cidades que tiveram maior volume de chuva

Volume de chuva em SC
Chuva registrada em dois dias foi maior do que a esperada para dois meses em SC
(Foto: )

Veja a previsão para os próximos dias

Quinta-feira (5):

Tempo: mais nuvens em SC na madrugada e manhã, com chuva isolada no Litoral Sul e Grande Florianópolis, melhorando com sol em boa parte do Estado no decorrer do dia devido ao afastamento do ciclone para alto mar.

Temperatura: em declínio com avanço de uma massa de ar frio e seco.

Vento: Sudoeste e Sul, mais forte no Litoral com rajadas de 60 a 90 km/h.

Sexta-feira e Sábado (06 e 07/05):

Tempo: estável e ensolarado em SC, com nevoeiros ao amanhecer, devido a uma massa de ar frio e seco.

Temperatura: baixa ao amanhecer em todas as regiões, com mínima próxima de 0°C na Serra catarinense e condição de geada nas áreas altas do Oeste ao Planalto.

Vento: sudoeste e sudeste, fraco a moderado. 

Leia também

Deslizamento destrói carro em movimento em cidade de SC

Morador anda de caiaque em rua alagada de Tubarão; veja vídeo

Novo ICMS tem surpresas e pode render desconto no valor do leite

Colunistas