nsc
    an

    INQUÉRITO CIVIL

    Secretário da Saúde é vacinado contra Covid-19 e vira alvo de investigação em Monte Castelo

    Ministério Público busca saber se ele teria ultrapassado a ordem de prioridade da imunização de acordo com as definições dos planos Nacional e Estadual de Vacinação contra o coronavírus

    25/03/2021 - 16h15

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Vacinação
    Vacinação
    (Foto: )

    O Secretário da Saúde de Monte Castelo, Gilvani Carneiro, está tendo conduta investigada pelo Ministério Público de Santa Catarina após ser vacinado contra a Covid-19 no último dia 2 de março. Segundo o documento oficial, a investigação busca saber se ele teria ultrapassado a ordem de prioridade da imunização de acordo com as definições dos planos Nacional e Estadual de Vacinação contra o coronavírus. 

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

     O promotor de justiça Antonio Junior Brigatti Nascimento instaurou o inquérito civil na sexta-feira (19) com o objetivo de "apurar a prática de eventual ato de improbidade administrativa na conduta do Secretário (...) por eventual inobservância na ordem de prioridade e escalonamento de imunização".

    Nesta quinta-feira (25), foram ouvidos, desde as 9h30, quatro técnicos de enfermagem, uma enfermeira, um médico e o próprio Secretário em oitiva marcada para as 11 horas. 

    > Prefeitura de Mafra decreta estado de calamidade pública

    O promotor de Justiça ainda determinou o envio de uma série de documentos e mensagens. Dentre elas, comunicações feitas entre a gerência Regional de Saúde de Mafra e a Secretaria Municipal de Saúde ou Vigilância Epidemiológica de Monte Castelo durante 2021. Especificamente, documentos que envolvam a logística de vacinação no município. 

    Também solicitou a listagem de nomes dos servidores municipais que seriam imunizados. 

    > Hospitais de Joinville recebem últimas doses para vacinar 100% dos profissionais contra a Covid-19

    A Justiça busca saber se o Secretário se enquadraria em alguma das classificações prioritárias do grupo preferencial para receber as doses do imunizante. 

    Contraponto

    Em nota, a assessoria de imprensa do município informou que o secretário tomou a vacina por estar atendendo diretamente a população. 

    > Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    A Secretaria informou ainda que, por ser gestor da Saúde, que é uma das funções estabelecidas pela resolução 287 do Conselho Nacional da Saúde, ele poderia receber a dose. 

    A Secretaria ressaltou também que foram seguidas todas as orientações pela Vigilância Epidemiológica seguindo o informe técnico recebido pelo Ministério da Saúde. 

    > SC tem 90 mil cirurgias eletivas à espera, alerta secretário da Fazenda

    O Secretário Gilvani Carneiro disse ter ficado surpreso com a denúncia, uma vez que, segundo ele, não teria sido o único Secretário da Saúde dos municípios do Planalto Norte a serem imunizados. 

    - Eu faço parte dos grupos de gestores, trabalho na linha de frente em visita às unidades, idosos. Não fui eu quem determinei lista no caso das pessoas que foram vacinadas, a equipe já estava montada - explica. 

    Ele disse ainda que havia recusado receber as doses das três remessas anteriores recebidas pelo município justamente para dar prioridade aos demais. Além disso, disse que teria de assinar um termo de recusa caso optasse por não tomar a vacina. 

    - Eu estaria cometendo um crime se não tomasse - sugere.

    Leia também:

    > Oito peixes de espécie em extinção são vistos em São Francisco do Sul em fenômeno raro; veja vídeo

    > Homem é espancado em posto de combustíveis em Jaraguá do Sul; veja vídeo

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas