nsc
dc

Direitos

STF adia julgamento sobre demarcação de terras indígenas pela segunda vez

O marco temporal será votado no dia 1º de setembro

26/08/2021 - 18h08

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
A primeira votação estava marcada para esta quarta-feira (25)
A primeira votação estava marcada para esta quarta-feira (25)
(Foto: )

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou, pela segunda vez, a votação sobre demarcação de terras indígenas. A análise estava marcada para quarta-feira (25) e já havia sido adiada para a tarde desta quinta-feira (26). Os povos indígenas de todo o país estão acampados em Brasília para protestar contra o marco temporal. 

> Marco temporal: impasse sobre terras indígenas de SC vai a julgamento no STF

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O caso será julgado no dia 1º de setembro, de acordo com o presidente do STF, Luiz Fux. A ação de reintegração de posse movida pelo governo de Santa Catarina contra os povos Xokleng, Guarani e Kaingang, relativa a uma área pertencente à terra indígena Ibirama-Laklanõ será analisada.

> SC é o epicentro de julgamento no STF que gera mobilização em várias partes do Brasil

O resultado servirá de base para a gestão federal e todas as instâncias da Justiça em processos semelhantes. A expectativa é de que o julgamento não seja realizado em apenas uma sessão. 

Leia mais em Metrópoles, parceiro do NSC Total. 

Leia também

Demarcações indígenas ainda geram insegurança no Oeste de SC

DJ Alok se junta a acampamento de indígenas contra marco temporal

Respiradores: órgãos de governo vão recorrer à China para informações sobre compra

Colunistas