nsc
    hora_de_sc

    SERÁ QUE É FEBRE?

    Temperatura corporal em 37ºC é a "normal"? Entenda

    Vários fatores podem estar envolvidos na elevação da temperatura corporal

    08/02/2021 - 12h40

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação Hora
    Termômetro de mercúrio
    Termômetro de mercúrio
    (Foto: )

    Visto que um dos sintomas mais comuns da Covid-19 é a febre, boa parte das pessoas passaram a ter maiores preocupações com a temperatura corporal. Contudo, ainda que qualquer medição acima dos 37º C possa parecer preocupante, muitas vezes pode não representar febre.

    Alguns outros fatores podem estar envolvidos na elevação da temperatura corporal, como condições ambientais, físicas e médicas. Na leitura a seguir, você vai entender se 37º C é considerado uma temperatura normal, e quando é o momento de se preocupar.

    Qual a temperatura corporal normal?

    A temperatura corporal natural varia entre 35,4º C e 37,2º C ao ser medida na axila. No entanto, em situações como gripe ou infecção, esse valor pode ser alterado, aferindo febre. Conheça as principais variações de temperatura corporal.

    Temperatura ligeiramente aumentada

    A temperatura ligeiramente aumentada é conhecida como subfebril, e está entre 37,5 ºC e 38º C. Em casos como esse, a pessoa pode apresentar sintomas como tremores, vermelhidão no rosto e arrepio. É indicado retirar a primeira camada de roupa, realizar um banho de água morna e oferecer muita água para aumentar a hidratação.

    > Conheça os benefícios dos temperos para a saúde

    Febre

    A febre é representada pela temperatura superior a 38º C quando medida na axila. Em situações como essa, o banho de água morna também é indicado para baixar a temperatura, assim como compressas frias nas axilas e virilha. 

    Além disso, o uso de medicamentos antitérmicos pode ser feito, entretanto, sempre com indicação médica. Caso a temperatura não diminua após três horas, é preciso buscar assistência médica para evitar maiores complicações.

    Febre alta

    A febre alta é caracterizada pela temperatura axilar acima dos 39,6º C e deve ser considerada uma emergência médica. Por esse motivo, ao identificar a temperatura corporal em níveis tão altos é preciso procurar atendimento médico imediatamente.

    O que é febre?

    De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, a febre é a reação que nosso corpo provoca quanto um patógeno, ou seja, algum agente causador de uma infecção ou doença, entra no organismo.

    > Como prevenir doenças respiratórias

    O corpo então reconhece o intruso e começa a produzir uma reação com anticorpos, fazendo com que outras células do corpo liberem alguns elementos químicos que causam a alteração na temperatura corporal.

    Como medir a temperatura corporal?

    Além do clima, fator que pode causar alteração na temperatura corporal, consumir comidas ou ebidas muito quentes ou frias alguns minutos antes de realizar a aferição da temperatura pode causar confusão. Por isso, o indicado é aguardar 30 minutos antes de medir a temperatura.

    Se ao medir a temperatura estiver dois graus acima do normal (entre 35,4º C e 37,2º C) e a pessoa não apresentar outro sintomas como arrepios, vermelhidão e tremores, é importante aguardar um período e fazer a aferição novamente. De forma geral, a temperatura corporal voltará aos valores normais. Contudo, caso isso não aconteça, é hora de procurar um médico. Veja as diferentes formas de medir a temperatura.

    Temperatura sendo aferida com termômetro infravermelho
    Temperatura sendo aferida com termômetro infravermelho
    (Foto: )

    Axilar

    A temperatura corporal deve ser medida pelo método axilar em pessoas acima de três anos. Ele consiste basicamente em posicionar o termômetro na axila e deixá-lo por, no mínimo, três minutos.

    Auricular

    A temperatura auricular é medida no ouvido, e só pode ser aferida com o termômetro digital fabricado especialmente para isso. Essa técnica é realizada com a inserção da ponta do termômetro na orelha da pessoa, apontando-a na direção do nariz, sempre com muito cuidado. Este método é mais utilizado por médicos, e a temperatura normal neste caso varia entre 36º C e 37,8º C.

    Bucal

    O termômetro bucal realiza a medição pela boca com método simples e recomendado para todas as idades. Basta colocar o termômetro digital ou de mercúrio embaixo da língua e aguardar cerca de 2 minutos. 

    Contudo, essa técnica é evitada pois, a ingestão de líquidos e alimentos quentes ou frios em períodos próximos pode causar alterações na temperatura. Além disso, o termômetro de mercúrio é sensível, e deve ser usado com todo cuidado, evitando que se quebre.

    > Cuidados necessários para combater a rinite alérgica

    Retal

    O termômetro retal é indicado principalmente para bebês. A técnica para seu uso consiste na inserção do termômetro no ânus, aguardando alguns minutos até que o sinal sonoro seja acionado.

    Infravermelho

    Muito usados para testar a temperatura das pessoas em locais públicos, os termômetros por infravermelho são usados para fazer a medição sem que seja necessário tocar no paciente.

    Basta que o sensor seja apontado para a testa da pessoa, aguardando até que a leitura seja realizada. Por ter resultado instantâneo sem a necessidade de contato, o termômetro infravermelho diminui a necessidade de higienização, por isso é muito usado como medida de enfrentamento à Covid-19.

    Quais os termômetros mais eficientes?

    O melhor termômetro vai depender da utilização. Em geral, os itens fabricados por empresas conceituadas, como drogarias, são melhores. A temperatura corporal pode ser medida pela boca, reto, axila, ouvido ou mesmo sem a necessidade do toque, com termômetros infravermelhos.

    As formas mais precisas de medição são realizadas por termômetros orais e retais. No entanto, o termômetro axilar é o mais utilizado por sua facilidade. A temperatura pode ser aferida pela boca, desde que a pessoa se lembre de higienizar o termômetro corretamente antes e após o uso.

    > Conheça os benefícios da vitamina D para a saúde muscular e dos ossos

    Embora avaliar a temperatura corporal seja a melhor forma de confirmar alterações, como a febre, medir a temperatura nem sempre é possível, caso a pessoa não tenha termômetros disponíveis. Em situações como essa, o estado febril pode ser detectado pelo surgimento dos sintomas. Mas, ainda assim, a utilização do termômetro para certificar-se dos níveis da temperatura no corpo é essencial.

    Você pôde conferir na leitura que nem sempre 37º C representa febre na temperatura corporal. Além disso, pôde entender um pouco mais dos tipos diferentes de termômetros e das técnicas utilizadas para aferir a temperatura. Diante do combate ao novo coronavírus, estes itens podem ser grandes aliados para se ter em casa, principalmente agora que você já sabe quando deve começar a se preocupar com a febre.

    Além do termômetro infravermelho, são usados o digital e por mercúrio
    Além do termômetro infravermelho, são usados o digital e por mercúrio
    (Foto: )

    > Primeiro caso de febre amarela em humano é registrado neste ano em SC

    Colunistas