O terminal de ônibus central de Joinville registrou filas de passageiros e aglomeração no fim da tarde da última segunda-feira (1). Um vídeo que circula nas redes sociais mostra as plataformas lotadas com pessoas que aguardam a chegada dos coletivos.

Continua depois da publicidade

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

O problema de filas e demora na chegada dos ônibus acontece desde o último dia 25, quando um decreto foi publicado com novas regras para o transporte coletivo.

Os ônibus de Joinville passaram a circular com a restrição de 50% da capacidade de passageiros sentados, o que representa de 15 a 18 pessoas por veículo. O decreto anterior permitia a circulação com 70% da ocupação total (cerca de 68 passageiros), considerando passageiros sentados e em pé.

Veja o vídeo do terminal:

> Agravamento da pandemia leva Joinville a iniciar novas ações; força-tarefa está na lista

Segundo as empresas Gidion e Transtusa, responsáveis pelo transporte coletivo de Joinville, três fatores podem ter contribuído para uma concentração de passageiros acima do normal após às 18 horas.

Uma delas é a chuva que aconteceu apenas no fim da tarde de segunda-feira. Quando a chuva é constante ao longo do dia, o movimento é menor no terminal no fim da tarde, de acordo com as empresas. Outra variável pode ter sido a volta das aulas nas universidades.

Por fim, as empresas apontam que até a última segunda-feira os ônibus circulavam apenas com passageiros sentados, seguindo determinação da prefeitura. Segundo a assessoria de Gidion e Transtusa, um novo decreto publicado pela prefeitura permite, a partir desta terça-feira (2), a circulação dos ônibus com até 50% da ocupação total (sentados e em pé).

Continua depois da publicidade

> Com uso de menos de 1% do lote, Joinville devolve parte de cloroquina recebida em 2020

O município também foi procurado pela reportagem e afirmou que a resposta às filas e aglomeração registradas no terminal central foi a reedicação do novo decreto assinado na noite da última segunda-feira pelo prefeito Adriano Silva. No documento consta a adequação do regramento do transporte coletivo com a permissão da nova ocupação de 50%.

Destaques do NSC Total