Em manifestação na Acij no início da noite desta segunda-feira, o prefeito de Joinville, Adriano Silva, adiantou que será desencadeada a fase 3 do plano de contingência do enfrentamento da pandemia de coronavírus. A etapa é a de maior gravidade no planejamento. “Estamos chegando ao limite da capacidade de atendimento”, alegou o prefeito. Os detalhes das novas ações serão anunciados em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira.

Continua depois da publicidade

> Com uso de menos de 1% do lote, Joinville devolve parte de cloroquina recebida em 2020

> Joinville teve 11 estabelecimentos interditados no fim de semana de lockdown

> Municípios da região de Joinville se manifestam contra ampliação do lockdown

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Continua depois da publicidade

Uma das providências a serem anunciadas é que possibilidade de oferta de pelo menos uma modalidade de atendimento em Covid-19 em todas as unidades de saúde municipais. Além dos hospitais e pronto-atendimentos, mais postos de saúde de Joinville estarão disponíveis. O prefeito Adriano também antecipou a formação de força-tarefa, com convite para a participação de voluntários.

Pelo boletim divulgado nesta segunda-feira, Joinville tem 206 pessoas internadas em hospitais,sendo 107 em UTIs, por causa do coronavírus. Junto com o observado na última sexta, é o número mais alto de pessoas sendo atendidas em hospitais desde o início da pandemia.

Destaques do NSC Total